Bicicleta

A bicicleta é o modo de transporte energeticamente mais eficiente. Em áreas urbanas é muito competitiva, especialmente nas deslocações de curta distância (até 5 km), permitindo poupar até 30% do tempo de viagem e garantindo deslocações de porta a porta.

Apesar de Lisboa ser conhecida como a cidade das 7 colinas, 73% das suas ruas são planas ou apresentam declives inferiores a 5%, ou seja, são acessíveis à maioria dos utilizadores. Por outro lado, a proliferação da bicicleta elétrica e de outros modos suaves análogos, bem como de meios mecânicos de apoio, permite solucionar as dificuldades impostas pela orografia e aspirar a uma Lisboa plenamente ciclável.

A Câmara Municipal de Lisboa criou os primeiros troços de ciclovia em 2001, mas apenas em 2009 se iniciou a construção de uma rede mais abrangente, que ligava a estrutura verde da cidade. Apenas em 2017, com o aumento da infraestrutura ciclável na malha urbana e a introdução do sistema de bicicletas públicas partilhadas GIRA, a bicicleta começou a ser considerada uma alternativa real para muitas pessoas em Lisboa.

O aumento da oferta de estacionamento para velocípedes e a criação de uma rede ciclável, “contínua, eficaz e segura, que promova a utilização diária da bicicleta nos percursos casa-trabalho/escola por pessoas de todas as idades”, conforme prevista na Visão para a Mobilidade MOVE Lisboa 2030, será, assim, um contributo fundamental para que muitas mais pessoas possam optar por este modo de transporte nas suas deslocações. Desta forma, será possível contribuir para reduzir o elevado número de automóveis a circular diariamente em Lisboa, onde 38% das viagens até 5 km são feitas em automóvel particular, aliviando a cidade de mais congestionamento e poluição.

O uso da bicicleta tornou-se ainda mais importante e urgente no contexto de crise de saúde pública, em especial de pandemia, pela relação apontada em vários estudos entre a qualidade do ar e a maior letalidade provocada pela COVID-19.


Saiba como andar de bicicleta na cidade

Brochura Como Pedala Lisboa


Ciclovias

Obras previstas

Avenida da Índia

Execução de ciclovia bidirecional segregada, com cerca de 4km de extensão. Esta obra vai permitir prolongar a rede existente na Avenida 24 de Julho para Ocidente, desde o nó de Alcântara até à Rua Fernão Mendes Pinto.

De modo a garantir a segurança dos utilizadores de bicicleta, ao longo do percurso, na faixa de proteção, serão colocados balizadores e elementos de betão. 

Freguesia: Alcântara, Belém


Documentos

Obras em curso

Avenida Calouste Gulbenkian/Estação de Campolide

Execução de ciclovia, troço entre a Av. Calouste Gulbenkian (viaduto ciclopedonal “Gonçalo Ribeiro Teles”) e a Rua Eng.º Ferreira de Mesquita à Calçada da Estação. 

Pretende-se promover o aumento de segurança, através da melhoria das condições de acessibilidade à interface de Campolide, o que passa pela adaptação das passagens de peões e da paragem de transporte público, substituição dos equipamentos de iluminação pública, da sinalização vertical e semaforização. 

Liga-se o Parque Urbano da Praça de Espanha e une-se o Corredor Verde de Monsanto com o Corredor Verde do Vale de Alcântara.

Data de início dos trabalhos: final de junho de 2021

Freguesia: Campolide


Avenida Almirante Reis

Troço entre a Rua João das Regras e a Alameda Dom Afonso Henriques

Implementação de ciclovia unidirecional, com cerca de 1,7 m de largura, por sentido. Entre a rua João das Regras e a Rua da Palma, a ciclovia será bidirecional, dando continuidade ao troço existente.

A segregação do canal rodoviário será efetuada com elementos que podem ser transpostos em situações de emergência e socorro. Trata-se de uma solução executada com recurso a pintura e elementos de segregação, de modo a criar condições preferenciais para a circulação em bicicleta. 

A Av. Almirante Reis é um eixo estruturante na rede ciclável de Lisboa, sendo o percurso mais plano e direto entre a baixa e as áreas urbanas no centro oriental (Arroios, Anjos, Penha de França) e norte oriental (Areeiro, Alvalade, Olaias). A conclusão desta ciclovia vai permitir criar uma ligação segura e melhorar as condições de segurança rodoviária ao longo deste eixo, bem como, resolver um conjunto de questões identificadas no seguimento da ciclovia já implementada até à Praça do Chile.

Freguesias: Santa Maria Maior, Arroios e Areeiro
Data de início dos trabalhos: março de 2021
Prazo previsto de execução: 90 dias


Documentos

Implementação de uma ciclovia bidirecional na Alameda das Linhas de Torres, no troço entre o Campo Grande e a Estrada da Torre. Esta nova pista, com uma extensão de cerca de 2 km, prolonga a rede ciclável para norte, e faz a ligação com outras ciclovias existentes: Campo Grande e Eixo Central, Rua Francisco Stromp (Telheiras) e Estrada da Torre. A intervenção vai permitir melhorar a segurança rodoviária ao longo deste eixo, que serve diversas escolas, universidades e serviços e visa ainda a melhoria da acessibilidade pedonal, nomeadamente melhorar os acessos das zonas de espera dos transportes públicos.

Freguesia: Lumiar
Data de início dos trabalhos: fevereiro de 2021
Prazo previsto de execução: 90 dias


Avenida de Berna

Instalação faseada (por troços) de uma via dedicada ao transporte público rodoviário de passageiros (corredor “BUS”) na av. de Berna. Será feito o rebaixamento do passeio em diversos pontos de modo a melhorar as condições de acessibilidade ao longo do eixo para pessoas de mobilidade condicionada. Simultaneamente será construída uma pista ciclável unidirecional que ligará a rede existente na Pç de Espanha e na av. da República.

Os lugares para cargas e descargas e tomada e largada de passageiros existentes são transferidos para as ruas adjacentes à Avenida de Berna.

Freguesia: Avenidas Novas
Data de início dos trabalhos: março 2021
Prazo previsto de execução: 90 dias


Documentos

Construção de ponte ciclo pedonal sobre o Rio Trancão

Vai ter início a construção da ponte pedonal e ciclável sobre o Rio Trancão que permitirá a ligação entre os municípios de Lisboa e Loures.

O percurso ciclo pedonal proveniente da zona residencial norte do Parque das Nações começa na rotunda da Praça Gago Coutinho, na sequência do troço do Passeio dos Heróis do Mar, e segue pela Rua da Cotovia/Passeio do Trancão até ao início da passagem ciclo pedonal.

A empreitada é faseada e tem a duração de 10 meses, pelo que a sua conclusão está prevista em julho de 2022.

Freguesia: Parque das Nações
Data de início dos trabalhos: 13 de setembro de 2021
Prazo previsto de execução: 10 meses
Extensão: 0,560Km


Documentos

Requalificação do espaço público na Azinhaga da Cidade

Trabalhos de requalificação do espaço público na Azinhaga da Cidade. A intervenção, que abrange a Rua Prof. Manuel Valadares, Rua 10 e Rua Prof. João Cândido de Oliveira, além das obras de requalificação da área, prevê a ligação de 2 ciclovias junto ao parque de estacionamento da Ameixoeira, resolvendo a descontinuidade destas duas pistas, reconversão da Rua Prof. Manuel Valadares e a construção de uma infraestrutura municipal.

Data início trabalhos: 2 dezembro 2020
Prazo previsto de execução: 10 meses


Documentos

Documentos

Execução de uma ciclovia nas ruas Pardal Monteiro e Eng. Ferreira Dias e na av. Dr. Augusto de Castro, na freguesia de Marvila. 

O percurso ciclável terá uma extensão de 1,2km e fará a ligação com a rede de ciclovias existentes. A intervenção visa melhorar a acessibilidade pedonal nas zonas de espera dos transportes públicos.

Freguesia: Marvila
Data início dos trabalhos: 3 maio 2021
Prazo previsto de execução: 60 dias
Extensão: 1,2km
Tipologia: unidirecional (rua Pardal Monteiro) l bidirecional (rua Eng. Ferreira Dias e av. Dr. Augusto Castro)


Documentos

Obras concluídas

Via Lateral do Campo Grande

Construção de ciclovia bidirecional (pop-up) na via lateral do Campo Grande, no troço entre o Museu da Cidade e a Faculdade de Ciências. A intervenção visou substituir temporariamente a ligação ciclável no interior do jardim, que não apresentava condições para a circulação de bicicletas.

A intervenção refletiu-se também nas condições de acessibilidade pedonal, nomeadamente, nos atravessamentos pedonais existentes, como a colocação de piso táctil, ressalto zero e rebaixamento parcial do passeio, e a relocalização da passadeira existente no atravessamento para o Jardim.

Freguesia: Alvalade
Data de início dos trabalhos: 9 de agosto de 2021
Data de conclusão: setembro de 2021


Documentos

Avenida Marechal Teixeira Rebelo

Implementação de ciclovia na Avenida Marechal Teixeira Rebelo, no troço entre a Avenida do Uruguai (junto ao supermercado Pingo Doce) e a Avenida Cidade de Praga. A nova pista ciclável unidirecional tem uma extensão de 1,8km e permite fazer a ligação com as ciclovias da Av. Cidade de Praga, Quinta da Granja e Av. Lusíada. No sentido oposto foram eliminadas as descontinuidades no troço existente. A intervenção permitiu melhorar a acessibilidade pedonal nas zonas de espera dos transportes públicos, foi efetuado rebaixamento de passeios e introduzido pavimento tátil junto a passadeiras. Esta ciclovia constitui um importante eixo de acesso às interfaces do Colégio Militar e da Pontinha, e permitiu criar uma alternativa segura para promover a utilização de bicicleta entre as freguesias de Benfica e Carnide.

Freguesias: Benfica e Carnide
Data início dos trabalhos: 5 abril 2021
Data de conclusão: agosto/2021
Extensão: 1,8km
Tipologia: unidirecional


Documentos

Documentos

Docs

Tratou-se de uma intervenção com vista a criar ligações seguras no cruzamento da Av. de Berlim com a Av. Infante Dom Henrique e na rotunda com a Av. Dom João II. Tendo sido executado o prolongamento da ciclovia entre a Av. do Pacífico e a Alameda dos Oceanos.

Esta obra permitiu eliminar descontinuidades no trajeto, melhorando a segurança e conforto dos utilizadores de bicicleta. O eixo da Av. de Berlim une as freguesias do Parque das Nações e dos Olivais, e liga com a rede de ciclovias existentes na Av. Cidade de Luanda, com o Parque Vale do Silêncio e a Alameda dos Oceanos, constituindo um eixo de acesso à interface da Gare do Oriente.

Extensão: 0,238Km
Freguesias: Olivais e Parque das Nações
Data de início dos trabalhos: março de 2021
Data de conclusão: agosto de 2021


Documentos

Parque Campismo de Lisboa até à Rotunda de Pina Manique (Radial de Benfica)

Os trabalhos abrangeram a manutenção dos espaços verdes e plantação de árvores e melhorias ao nível da drenagem pluvial, pavimentos, iluminação e sinalização horizontal. Este troço de ciclovia bidirecional, associado a percurso para peões, tem uma extensão de 2Km, pelo que a obra foi faseada e teve início junto ao Parque de Campismo de Lisboa, seguindo pela Estrada da Circunvalação e pela Estrada da Portela até à rotunda de Pina Manique, onde fez a ligação à ciclovia existente.

O projeto inicial da construção desta ciclovia teve de sofrer alterações de forma a salvaguardar um alinhamento de árvores existente próximo da Piscina Municipal do Bairro da Boavista, dando lugar a uma proposta alternativa cujo processo de contratação de construção se prevê concluída em breve.

No sentido de minorar os efeitos negativos para os utilizadores, foi encontrada uma solução temporária que visa não condicionar o funcionamento de todo o troço construído, e criar um canal segregado do automóvel para permitir o seu atravessamento e melhorar significativamente esta ligação.

Tipologia: Bidirecional
Extensão: 2Km
Data de início dos trabalhos: 21 de setembro de 2020
Data de conclusão: agosto de 2021


Documentos

Documentos

Docs

Requalificação do espaço público na Av. Afonso Costa, melhoria da acessibilidade pedonal, colocação de pavimento confortável e criação de plataformas junto às paragens de autocarros. Construída uma ciclovia bidirecional, que faz a ligação entre a ciclovia existente na avenida de Paris e o parque da Bela Vista, junto do edifício dos Serviços Sociais da CML.

Freguesia: Areeiro
Data de início dos trabalhos: 22 fevereiro de 2021
Data Conclusão: agosto/2021


Documentos

Avenida Cidade de Praga

Foi construído o troço de ciclovia na Avenida Cidade de Praga que permite concluir a ligação entre a ciclovia existente e a praça São Francisco de Assis. Esta intervenção possibilita melhores condições de segurança para a circulação em bicicleta neste eixo.

Data de início: 1ª semana de abril de 2021
Data de conclusão: final de junho de 2021
Extensão: 800m
Tipologia: Unidirecional


Calçada de Carriche e o Parque Urbano do Vale da Ameixoeira

Os trabalhos incluíram a requalificação de um caminho para peões e utilizadores de bicicleta entre a ponte e a praceta Ator Epifânio, que foi também qualificada no âmbito da intervenção, através da criação de zonas de estadia, aumento de áreas verdes e passeios, iluminação e ordenamento do estacionamento. Da Calçada do Poço até ao Parque do Vale da Ameixoeira foi construída uma ciclovia unidirecional em contrasentido e partilhada (30+Bici), no sentido do trânsito automóvel.

Estão em desenvolvimento os projetos para criação de percursos cicláveis entre a ponte e Odivelas ao longo da Calçada de Carriche e entre a Estrada do Desvio (a este troço) e o Lumiar (rua Alexandre Ferreira).

Data de início dos trabalhos: 28 de setembro 2020
Reinício de trabalhos: 14 de dezembro 2020
Data de conclusão: 2ª semana de maio de 2021
Tipologia: Unidirecional


Documentos

Documentos

Docs

Alameda dos Oceanos (sul)

Obras de requalificação da ciclovia da Alameda dos Oceanos - zona sul, além da conservação da ciclovia existente, a intervenção visou eliminar as descontinuidades ao longo da Alameda dos Oceanos, através da formalização do canal ciclável desde a Rotunda da Expo98 até à Rotunda da República da Argentina, e também na ligação ao Passeio Neptuno.

A sinalização vertical e horizontal foi revista e a acessibilidade pedonal e espaços verdes existentes foram igualmente alvo de requalificação. Foi ainda intervencionada a paragem da Carris junto à Rotunda da República da Argentina.

Data início trabalhos: 23 de novembro de 2020
Data de conclusão: abril 2021
Extensão: 1,200 km
Tipologia: bidirecional


Documentos

Documentos

Docs

Avenida Marechal Gomes da Costa

Ciclovia bidirecional, no troço entre a Praça do Aeroporto (Rotunda do Relógio) e a Av. Fernando Pessoa. Esta nova via ciclável liga à rede existente na av. Cidade do Porto e av do Brasil, e no futuro, à Alameda dos Oceanos sul (Parque das Nações). A ciclovia está implantada numa das vias no sentido Parque das Nações – Rotunda do Relógio, contribuindo para melhorar a segurança rodoviária neste eixo.

Tipologia: bidirecional
Extensão: 2,645 Km
Data Conclusão: abril/2021


Documentos

Documentos

Ciclovia bidirecional, no sentido sul, entre o cruzamento da Av. dos Combatentes e o Jardim Ferreira de Mira, na Av. Marechal Teixeira Rebelo. Esta ciclovia constitui uma ligação direta e segregada entre Benfica e a Cidade Universitária / Praça de Espanha e liga às ciclovias existentes da Av. dos Combatentes e da Quinta da Granja, em Benfica.

Tipologia: bidirecional
Extensão: 2,74 km
Data Conclusão: abril/2021


Documentos

Alameda dos Oceanos (norte)

Implementação de uma ciclovia ‘pop up’, bidirecional na Alameda dos Oceanos (norte), integrada na rede ciclável da cidade de Lisboa. Esta ciclovia permite ter uma ligação ciclável contínua entre as zonas sul e norte da freguesia do Parque das Nações, e criar uma nova ligação intermunicipal com o concelho de Loures. Fará parte do eixo estruturante ribeirinho, que liga Sacavém a Algés de forma contínua.

A Alameda dos Oceanos (norte) apesar do carácter local, é muitas vezes usada como uma via de atravessamento alternativa à Avenida Dom João II por quem entra em Lisboa pelo IC2 em direção ao centro, o que provoca um congestionamento que impede a normal saída dos residentes do bairro. Por outro lado, o perfil rodoviário antes existente, com duas vias largas em cada sentido, potenciava velocidades excessivas, que muito contribuiu para a existência de sinistralidade rodoviária naquele eixo.

A implementação da ciclovia bidirecional foi conseguida através da conversão de uma via, junto ao separador central, ocupa uma via no sentido norte entre a Rotunda dos Vice-Reis e a Rotunda das Oliveiras e no sentido sul entre a Rotunda das Oliveiras e Rotunda da República da Colômbia. Desta forma, prevê-se a redução do tráfego de atravessamento do interior da Freguesia, na entrada de Lisboa oriundo do IC2 bem como uma redução da velocidade de circulação por via do estreitamento do canal.

A nova ciclovia ‘pop up’ veio conferir à Alameda dos Oceanos mais segurança para todos os utilizadores da via, peões, ciclistas e a automobilistas, pela redistribuição do espaço disponível e facilitar a acessibilidade dos moradores da zona norte da freguesia ao transporte público pesado, nomeadamente às estações de metropolitano e comboio. Faz ainda a ligação aos vários estabelecimentos de ensino existentes na freguesia.

Destaque para a utilização de novos elementos de separação da ciclovia, melhorando o acabamento, a sinalização e a utilização do canal ciclável por veículos em caso de emergência e o acesso dos transportes públicos coletivos a zonas de tomada e largada de passageiros.

Data início trabalhos: 13 de julho 2020
Data conclusão: agosto/2020
Distribuição Modal:

  • 6% mobilidade suave
  • 26% circulação pedonal
  • 68% circulação rodoviária

Documentos

Documentos

docs

Avenida Almirante Reis

Ciclovia "pop up", bidirecional, implementada neste arruamento por se tratar de um eixo estruturante na rede ciclável de Lisboa, sendo o percurso mais plano e direto entre a Baixa e as áreas urbanas no centro oriental (Arroios, Anjos, Penha de França) e norte oriental da cidade (Areeiro, Alvalade, Olaias, etc.), em breve fará a ligação à Pç Francisco Sá Carneiro (Areeiro). Atravessa áreas urbanas densamente povoadas, contribuindo para implementação de uma rede que se estende para bairros e zonas consolidadas da cidade, para garantir boa conetividade entre todas as áreas do concelho de Lisboa.

Data conclusão: maio/2020
Extensão: 1 km
Tipologia: bidirecional
Distribuição Modal:

  • 12% mobilidade suave
  • 18% circulação pedonal
  • 70% circulação rodoviária

Documentos

Documentos

Avenida dos Combatentes (fase 1)

Criação de uma ligação ciclável na Avenida dos Combatentes, entre a Praça de Espanha e a Av. Prof. Egas Moniz. A primeira fase da intervenção consiste na criação de uma ciclovia bidirecional, segregada, entre a Praça de Espanha e a Av. Egas Moniz, oferecendo melhores condições de segurança para pedalar na cidade e a melhoria da segurança rodoviária.

Numa segunda fase serão concluídas as ligações à rede do futuro Parque Urbano da Praça de Espanha e a ligação ao Estádio Universitário de Lisboa.

Data de início dos trabalhos: outubro de 2019
Data de conclusão: julho de 2020
Extensão: 0,76 km
Tipologia: bidirecional 


Documentos

Av. 24 de Julho

Em formato pop up, deu continuidade para poente da solução já existente desde o Cais do Sodré até às Escadinhas da Praia. Está ainda programado o seguimento da ciclovia até Algés, através da Av. da Índia e R. Fernão Mendes Pinto.

Tipologia: Bidirecional
Extensão: 1,25Km
Data conclusão: julho/2020


Documentos

Documentos

Docs

Av. Paris

Intervenção que implementou medidas de acalmia de tráfego. Foi alterado o sentido de trânsito no troço entre a Praça de Londres e a Rua Presidente Wilson para privilegiar a circulação local e a qualidade do espaço público para moradores e comércio local, eliminando o tráfego de atravessamento entre a Praça de Londres e a Av. Almirante Reis.  Criação de uma via unidirecional de contra-fluxo para bicicletas e melhorados os acessos pedonais. Toda esta artéria tem velocidade máxima de 30km/h, fomentando a partilha em segurança entre bicicletas e outros veículos.

Tipologia: Bidirecional
Data Conclusão: março/2019


Documentos

Documentos

Av. Guerra Junqueiro

Implementação de ciclovia unidirecional no sentido ascendente e de partilha no sentido descendente, com alteração do sentido de marcha no estacionamento de modo a acrescentar a segurança na saída dos passageiros e nas operações de cargas e descargas. Implementação de medidas de acalmia de tráfego, melhoria dos acessos e mais segurança rodoviária.

Tipologia: unidirecional

Data conclusão: maio/2018


Documentos

Documentos

docs

Av. Defensores de Chaves

Numa primeira fase, foi feita a reserva de canal, com a implementação da ciclovia, por meio de sinalização horizontal e vertical, assim como através de colocação de balizadores. Seguidamente, procedeu-se à requalificação dos acessos para peões, sinalização de trânsito e adaptação da rede semafórica existente.

Tipologia: Bidirecional
Data conclusão: outubro/2019


Documentos

Documentos

docs

Av. de Berlim

A Avenida apresentava um perfil transversal tipo com três vias no sentido ascendente e duas vias no sentido descendente divididas por um separador central. O projeto suprimiu uma via no lado descendente, reduzindo a faixa de rodagem a duas vias. A ciclovia é bidirecional e de tipo pop-up.

Extensão: 0,765Km
Tipologia: Bidirecional
Data conclusão: outubro/2020

Av. de Pádua

A Avenida apresentava um perfil transversal tipo com duas vias por cada sentido de trânsito. Foi suprimida uma via por cada sentido, com redução da largura da mesma até 4m, para implementação de uma ciclovia unidirecional, utilizando como percurso o espaço determinado da bolsa de estacionamento. Este primeiro troço liga-se com a ciclovia de Av. de Luanda.

Extensão: 0,907Km
Tipologia: Unidirecional
Data conclusão: outubro/2020

Av. Paulo VI

A Avenida apresentava um perfil transversal tipo com duas vias por cada sentido de trânsito. Foi suprimida uma via por cada lado, com redução da largura da mesma até 4m, para implementação de uma ciclovia unidirecional. Foi desenvolvido um percurso bidirecional, só na Rua Ernesto Rodrigues, com ligação com o Parque Urbano do Vale Fundão, através da ponte pedonal.

Extensão: 2,102 Km
Tipologia: Unidirecional
Data da conclusão: julho/2020

Doca do Bom Sucesso (Vela Latina)

Ciclovia na Av. Brasília, segregada do canal pedonal, no troço junto à Doca do Bom Sucesso, que faz a ligação entre o passeio da Doca do Bom Sucesso e o Jardim da Torre de Belém. A intervenção permitiu resolver a descontinuidade da rede existente na zona e melhorar a mobilidade geral do local, foi ainda melhorada a sinalização vertical e horizontal, bem como a semafórica, permitindo acomodar os vários modos de transporte. 

Tipologia: bidirecional
Extensão: 0,5 km
Data Conclusão:março/2021


Documentos

Documentos

Rua Castilho

A rua apresentava um perfil transversal tipo com duas vias por cada sentido de trânsito. Foi suprimida uma via na direção descendente para implementar uma ciclovia bidirecional. Com a realização da 2ª fase e com a sua conclusão na Rua Barata Salgueiro, a ciclovia irá a ligar-se com a Av. da Liberdade.

Tipologia: Bidirecional
Extensão: 0,468Km
Data Conclusão: maio/2020

Rua Cidade de Bissau

A ciclovia da Rua Cidade de Bissau, nos Olivais, é unidirecional e complementa a rede existente na freguesia, fazendo a ligação à Rua Cidade de Luanda e Av. de Pádua. Com esta intervenção, os utilizadores de bicicleta passam a dispor de um canal segregado contínuo, entre a rotunda da Av. Marechal Gomes da Costa e as novas ciclovias da Av. de Pádua e Av. Cidade de Luanda. Facilita a ligação à pista bidirecional da Av. Marechal Gomes da Costa.

Extensão: 0,36Km
Tipologia: Unidirecional
Data Conclusão: setembro/2020


Documentos

Documentos

docs

Rua Conde de Almoster

Pista bidirecional ao longo da Rua Conde de Almoster e Rua Francisco Gentil Martins, unindo dois extremos da freguesia de S. Domingos de Benfica. Liga a norte à rede existente de Benfica e a Monsanto, e a sul ao terminal de Sete Rios. Prevê-se no futuro dar continuidade ao percurso até à estação de Benfica pela Rua Carolina Michaelis de Vasconcelos. A intervenção permite reduzir a velocidade praticada naquele eixo, contribuindo para o aumento da segurança rodoviária.

Data de início: 06 de outubro de 2020
Data de conclusão: início de julho de 2021
Extensão: 2,2Km
Tipologia: Bidirecional


Documentos

Documentos

Docs

Rua Edison

Criação de via 30+Bici, via partilhada por bicicletas e carros (velocidade máxima permitida de 30km/hora), implementação de medidas de acalmia de tráfego e melhoria dos acessos pedonais.

Data início trabalhos: fevereiro 2019
Data conclusão: março/2019


Documentos

Documentos

Docs

Rua Fernão Mendes Pinto

Tem como objetivo a ligação com a Av. da Índia e o município de Oeiras.

Data de início dos trabalhos: 2.ª semana de agosto de 2020/reinício a 2 de dezembro de 2020
Data conclusão: 16 de fevereiro de 2021
Extensão: 1Km
Tipologia: Bidirecional


Documentos

Documentos

docs

Rua Marquês da Fronteira

A rua apresentava um perfil transversal tipo com duas vias por cada sentido de trânsito. Foi suprimida uma via na direção da Rua da Artilharia – Rua António Augusto Aguiar para implementar uma ciclovia bidirecional, que vai entroncar no Corredor Verde de Monsanto, ligando à Rua Artilharia Um, Rua Castilho e Av. Duque D´Ávila.

Tipologia: Bidirecional
Extensão: 0,465Km
Data conclusão: maio/2020

Praça de Londres e Av. Manuel da Maia

Obras de requalificação na Praça de Londres e na Av. Manuel da Maia (lado poente), com o objetivo de melhorar a acessibilidade e os atravessamentos pedonais e criar melhores condições de segurança para o uso da bicicleta na cidade.

A obra incidiu sobre a melhoria da acessibilidade pedonal, com a criação de uma área de pavimento confortável na Praça de Londres. O nó viário com a Av. de Paris foi também requalificado. Na Av. Manuel da Maia foram introduzidas medidas de acalmia e reduzido o número de vias, de forma a diminuir a velocidade e aumentar a segurança rodoviária, com maior conforto nos atravessamentos pedonais.

Foi ainda construído mais um troço de pista ciclável, bidirecional, que liga à rede existente - Av. de Paris, Av. Guerra Junqueiro e Bairro do Arco do Cego e Av. Rovisco Pais/Av. da República.

Tipologia: Bidirecional
Data conclusão: fevereiro/2020


Documentos

Documentos

docs

Este troço de ciclovia faz a ligação da rede local de Telheiras ao Campo Grande. Foram implementados 2 canais cicláveis unidirecionais, um de cada lado da faixa de rodagem. Por baixo do viaduto da Av. Padre Cruz, do lado sul, o canal ciclável foi substituído por uma situação de partilha com o automóvel do tipo 30+Bici, devido ao estreitamento de via que se verifica nesse local.

Obra concluída: final de abril de 2021.


Documentos

Quinta das Flores

Conclusão do Corredor Verde Oriental, no troço entre a Quinta das Flores, em Marvila, e o Parque Ribeirinho Oriente. A intervenção consistiu na requalificação do espaço público, espaços verdes e dos caminhos pedonais, foi ainda implementada uma pista ciclável que liga à rede ciclável existente junto ao rio Tejo. Colocado novo mobiliário urbano que permite um melhor usufruto do espaço público.

Freguesia: Marvila
Data início trabalhos: 9 dezembro de 2020
Data de conclusão: setembro de 2021 
Extensão: 0,5 km
Tipologia: bidirecional


Documentos

Documentos

docs

Requalificação do espaço público na Rua Prof. Lima Basto

A obra consistiu na requalificação das passagens para peões, através do rebaixamento dos passeios e da colocação de pavimento tátil, revisão da sinalização, renovação da iluminação pública e mobiliário urbano, e melhoria das condições de drenagem da rua. Foi criada uma nova área pedonal, com bancos e plantação de árvores, na interseção com a av. Madame Curie, junto à entrada do Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO). A praça de táxis existente debaixo do viaduto foi relocalizada na praça junto ao terminal de Sete Rios. De modo a eliminar o tráfego de atravessamento e a velocidade excessiva na rua prof. Lima Basto, a circulação entre a rua Doutor António Granjo e a av. Madame Curie passou a fazer-se apenas no sentido Praça de Espanha, mantendo o estacionamento longitudinal. Foi ainda construída uma ciclovia bidirecional ao longo da rua, que liga o Terminal de Sete Rios e a Praça de Espanha, e instaladas novas estações de bicicletas partilhadas GIRA.

Data de início dos trabalhos: 16 de novembro de 2020
Data de conclusão: setembro de 2021
Extensão: 0,738Km
Tipologia: Bidirecional


Documentos

Documentos

30+Bici

Criação de condições para reduzir a velocidade máxima de circulação no interior do bairro, de modo a permitir a partilha de via em segurança pelos diferentes modos. Na 1ª fase da obra foi criada uma Zona 30 no bairro e implementadas medidas de acalmia de trânsito nas seguintes ruas:

  • Rua Saraiva de Carvalho
  • Rua Professor Gomes Teixeira
  • Rua Francisco Metrass
  • Rua Azedo Gneco
  • Rua Almeida e Sousa
  • Rua Sampaio Bruno
  • Rua Infantaria Dezasseis
  • Travessa Cima dos Quarteis
  • Rua das Amoreiras

Freguesia: Campo de Ourique
Data de início dos trabalhos: 29 de março de 2021
Data Conclusão:  agosto/2021


Rua Alberto Oliveira

A intervenção criou condições para reduzir a velocidade máxima de circulação no interior do bairro, de modo a permitir a partilha da via em segurança pelos diferentes modos.

No troço entre a Rua Fernando Pessoa e a entrada do palácio dos Coruchéus a circulação passou a ser feita apenas num sentido de trânsito para veículos motorizados e o acesso aos Coruchéus é agora efetuado pela Rua António Patrício. Foram intervencionadas diversas passadeiras e o estacionamento junto à entrada do palácio dos Coruchéus foi reordenado de modo a aumentar a área de circulação pedonal e a acessibilidade no arruamento. Foram ainda criados lugares para motociclos e bicicletas.

Data início dos trabalhos: 24 fevereiro 2021
Data de conclusão: maio/2021 


Documentos

Ruas Afonso Lopes Vieira e Fernando Pessoa

Realização da marcação de 30+Bici, e respetiva sinalização vertical de limite de velocidade máxima, horizontal e balizadores.

Reordenamento do estacionamento, passando a fazer-se em espinha e em marcha-atrás, assegurando mais segurança e visibilidade dos utilizadores de bicicletas, a redução de conflitos nas operações de cargas e descargas, bem como na tomada e largada de passageiros, designadamente de crianças, que passa a efetuar-se diretamente para o passeio.

Data conclusão: setembro/2020


Documentos

Documentos

docs

Rua Dona Estefânia (troço Largo da Estefânia – Av. Duque d´Ávila)

A intervenção consistiu na criação de uma via partilhada de velocidade máxima 30km/h, oferecendo melhores condições de segurança. Foram executadas pinturas no pavimento, numa extensão de 1,050km, acompanhadas da respetiva sinalização vertical. Melhoria da acessibilidade do peão, principalmente nos atravessamentos das vias e criadas bolsas de estacionamento para motas e para velocípedes.

Extensão: 1,050Km
Data conclusão: julho/2020


Documentos

Documentos

Docs

Ruas Luís Augusto Palmeirim, Marquesa de Alorna e José Duro (Alvalade)

Expansão da rede ciclável local de Alvalade nas ruas Luís Augusto Palmeirim, Marquesa de Alorna e José Duro, implementadas medidas de acalmia de tráfego que permitem o uso partilhado entre bicicletas e automóveis, o estacionamento reordenado de modo a assegurar maior segurança e visibilidade para os utilizadores de bicicletas, para as operações de cargas e descargas, bem como tomada e largada de passageiros. 

Data início trabalhos: 10 de agosto de 2020
Data conclusão: dezembro/2020


Documentos

Documentos


Já conhece o novo Programa de Apoio?

É um Programa do Município de Lisboa de apoio à aquisição de bicicletas novas para uso citadino


mais informação



Guias produzidos no âmbito do projeto cofinanciado City Changer Cargo Bike

Projeto europeu, do qual Lisboa faz parte. Pretende trabalhar a consciencialização e informação da população em relação às bicicletas de carga e às suas potencialidades e visa incrementar a alteração de modos de mobilidade na cidade

Cumpra as regras de trânsito, previstas no Código da Estrada:

  • circule no sentido do trânsito;
  • circule à direita, em fila e em linha reta, exceto se for virar à esquerda ou estiver a ultrapassar;
  • qualquer condutor, incluindo ciclistas, têm prioridade em cruzamentos não sinalizados verticalmente se se  apresentar pela direita;
  • o ciclista tem prioridade quando circula em rotundas e nas passagens para velocípedes;
  • para sua segurança recomenda-se o uso de capacete e luvas;
  • à noite use luzes de presença, colete refletor e roupas de cores vivas para ser visto;
  • mantenha uma distância de segurança aos carros estacionados. O abrir das portas dos automóveis estacionados pode originar acidentes graves;
  • quando chover, circule com cuidado extra e atenção redobrada;
  • não use auscultadores ou telemóvel quando estiver a circular de bicicleta;
  • atravesse carris na diagonal para evitar eventuais quedas;
  • no passeio e em passadeiras exclusivas para peões, circule a pé com a bicicleta pela mão;
  • dê sempre prioridade aos peões;
  • se circular na estrada, pare nas passadeiras e respeite a sinalização de trânsito;
  • as crianças, quando circularem de bicicleta, devem ser acompanhadas por adultos de forma a aumentar a sua segurança;
  • não ande de bicicleta se beber bebidas alcoólicas;
  • mantenha a sua bicicleta afinada e verifique sempre o seu estado antes de a usar;
  • conduza de forma defensiva e use sinais sonoros para anunciar a sua marcha;
  • seja, acima de tudo, um ciclista responsável e respeite os restantes utentes da via pública;
  • utilize os parques de estacionamento próprios para bicicletas;
  • em zonas mistas circule com precaução e dê prioridade ao peão.