Organização e gestão

Calendário Escolar - Ano letivo 2022-2023

Publicação Anual em Despacho Governamental

  • Despacho n.º 8356/2022447 KB

    Aprova o calendário escolar, para os anos letivos de 2022 -2023 e de 2023 -2024, dos estabelecimentos públicos de educação pré -escolar e dos ensinos básico e secundário, dos estabelecimentos particulares de ensino especial, bem como o calendário de provas e exames

  • Despacho n.º 4209-A/2022 349 KB

    Estabelece o calendário das matrículas e respetivas renovações para a educação pré-escolar e os ensinos básico e secundário para o ano letivo de 2022-2023

Legislação

Despacho Normativo n.º 10-B/2021,
Procede à segunda alteração do Despacho Normativo n.º 6/2018, de 12 de abril, com a redação dada pelo Despacho Normativo n.º 5/2020, de 21 de abril. Publicado no Diário da República n.º 72/2021, 2º Suplemento, Série II de 14 de abril de 2021

oferta educativa

Oferta Educativa

Conheça as ofertas educativas existentes nas escolas de Lisboa

rede de bibliotecas escolares

Rede de bibliotecas escolares

Saiba mais sobre a rede de bibliotecas escolares em Lisboa

Intervenientes na Organização e Gestão Escolar

Decreto-Lei n.º 75/2008
Aprova o regime de autonomia, administração e gestão dos estabelecimentos públicos da educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário. Publicado no Diário da República n.º 79/2008, Série I de 22 de abril de 2008.

As associações de pais visam a defesa e a promoção dos interesses dos seus associados em tudo quanto respeita à educação e ensino dos seus filhos e educandos quer sejam alunos da educação pré-escolar ou dos ensinos básico ou secundário, público, particular ou cooperativo.

Em Lisboa, existem duas federações de associações de pais: a Ferlap e a FapLx.

Conselho Municipal de Educação de Lisboa

O conselho municipal de educação é uma instância de consulta, que tem por objetivo a nível municipal, analisar e acompanhar o funcionamento do sistema educativo propondo as ações consideradas adequadas à promoção de maiores padrões de eficiência e eficácia do mesmo.”

artigo 55º do Decreto-Lei n.º 21/2019, de 30 de Janeiro

Integram o conselho municipal de educação:

  • O presidente da Câmara Municipal de Lisboa
  • A presidente da Assembleia Municipal
  • O vereador responsável pela Educação com delegação de competência para presidir ao órgão
  • O presidente da junta de freguesia, eleito pela assembleia municipal em representação das freguesias do concelho
  • O delegado regional de educação da Direção de Serviços da Região de Lisboa e Vale do Tejo
  • A representante da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo
  • Os diretores e diretoras dos Agrupamentos de Escolas e de Escolas Não Agrupadas da área do município
  • Um representante das instituições de ensino superior público
  • Um representante das instituições de ensino superior privado
  • Um representante do pessoal docente do ensino secundário público
  • Um representante do pessoal docente do ensino básico público
  • Um representante do pessoal docente da educação pré-escolar pública
  • Um representante de cada um dos Conselhos Pedagógicos dos agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas
  • Um representante dos estabelecimentos de educação e de ensino básico e secundário privados
  • Dois representantes das associações de pais e encarregados de educação
  • Um representante das associações de estudantes (em atualização)
  • Um representante das instituições particulares de solidariedade social que desenvolvam atividade na área da educação
  • Um representante dos serviços públicos de saúde
  • Um representante dos serviços da segurança social
  • Um representante dos serviços de emprego e formação profissional
  • Um representante dos serviços públicos da área da juventude e do desporto
  • Um representante das forças de segurança
  • Um representante do Conselho Municipal da Juventude

Enquadramento Legal:
Decreto-Lei n.º 21/2019, de 30 de Janeiro com a redação atual - Competências dos órgãos municipais e das entidades intermunicipais no domínio da educação


Mandato 2021/2025:

Regimento do Conselho Municipal de Lisboa 2021/2025
 


1ª Reunião ordinária do ano letivo 2021/2022 – 3 de março de 2022:

Ordem do dia

Documentos de suporte à ordem do dia:

Deliberações

Mais informação



2ª Reunião ordinária do ano letivo 2021/2022 – 11 de julho de 2022:

Ordem do dia

Documentos de suporte à ordem do dia:

Proposta de Medidas Ação Social Escolar - critérios de atribuição para ano letivo - 2022/2023

Apresentação da “Maleta Pedagógica – Espreita e descobre a Estufa Fria de Lisboa”, pela Direção Municipal da Estrutura Verde, Ambiente e Energia/ Estufa Fria

Roteiros da “Maleta Pedagógica – Espreita e descobre a Estufa Fria de Lisboa”

Deliberações

Criados em 2008, os Conselhos Gerais substituíram as Assembleias de Escola e têm como competências principais a definição das linhas orientadoras da atividade da escola ou agrupamento, a aprovação do projeto educativo, do regulamento interno e dos planos de atividades, bem como o acompanhamento da ação dos restantes órgãos da escola e a promoção do relacionamento com a comunidade.p

A lista nominal dos representantes da CML, nos Conselhos Gerais dos Agrupamentos de Escolas/Escolas não Agrupadas, encontra-se em processo de atualização, com posterior autorização do executivo municipal.

Legislação

São unidades organizacionais, dotados de órgãos próprios de administração  e gestão, constituídos por estabelecimentos de educação pré-escolar e de um ou mais níveis e ciclos de ensino, com um Projeto Educativo comum.

A constituição de agrupamento de escolas considera, entre outros, critérios relativos à construção de percursos escolares integrados, à articulação curricular entre níveis e ciclos educativos e à proximidade geográfica.

Cada um dos estabelecimentos que integra o agrupamento mantém a sua identidade e denominação próprias. Conheça o agrupamento  correspondente a cada escola.