Corredor Verde dos Olivais

O Corredor Verde dos Olivais é uma estrutura de ligação entre os diferentes parques e zonas verdes locais

A partir do Parque José Gomes Ferreira, o percurso de ligação das zonas verdes que ladeiam a Avenida Cidade do Porto até ao Parque Urbano dos Olivais e ao Parque do Vale do Silêncio, um dos melhores exemplos de um parque urbano com uma profunda conceção modernista, com continuidade para o novo Parque Urbano da Quinta do Conde de Arcos.

O Parque do Vale do Silêncio é composto por um relvado extenso no seu interior e rodeado por uma mata. Tem quiosque, parque infantil, parque de fitness, parede de escalada, parque canino (em construção), circuito de manutenção e diversos percursos pedonais com contacto direto com a natureza. Pelo seu interior passa uma ciclovia que se estende até à gare do Oriente.

Atravessando a Avenida de Berlim permite a ligação direta ao Parque Urbano dos Olivais que possui um parque infantil, parque hortícola com 31 talhões, um circuito de manutenção interligado ao do Parque do Vale do Silêncio e ao da Mata da Rua dos Eucaliptos.

A continuidade ao longo da ciclovia da Avenida Francisco Luís Gomes permite chegar ao Parque Urbano da Quinta do Conde de Arcos que possui, no seu interior, um parque infantil, zonas de estadia, circuitos pedonais e com um parque hortícola com 45 talhões. Na quinta funciona um viveiro municipal, a Escola de Jardinagem e de Calceteiros e uma creche (em fase de conclusão).

Entre os vários espaços verdes de utilização pública na freguesia dos Olivais, é de destacar o Jardim Maria de Lourdes Sá Teixeira, o Jardim da Rua dos Eucaliptos e a Alameda da Encarnação.