Separação de resíduos

SIM

  • Lixo que não pode ser reciclado, em sacos de plástico bem fechados

NÃO

  • Todos os materiais recicláveis
  • Frascos de medicamentos
  • Sacos de plástico

Sim

  • Óleos vegetais: girassol / soja / palma / colza
  • Azeite
  • Óleos de conservas

Não

  • Margarina
  • Outros resíduos de alimentos resultantes da fritura alimentar
  • Óleo lubrificante de motores

Sim

  • Caixas de cartão
  • Revistas / jornais
  • Papel de escrita e impressão

Não

  • Papel sujo
  • Papel: vegetal / absorvente / celofane / plastificado / de alumínio / autocolante
  • Fraldas
  • Sacos de plástico

Sim

  • Pilhas e acumuladores de todos os tipos (limitados ao tamanho da abertura dos pilhões de rua)

Não

  • Baterias de automóveis
  • Computadores
  • Ferramentas
  • Máquinas fotográficas e de filmar

Sim

  • Embalagens
  • Sacos de plástico
  • Pacotes de bebida
  • Latas

Não

  • Papel ou cartão
  • Pilhas
  • Eletrodomésticos

SIM

  • Restos de alimentos crus ou cozinhados
  • Toalhas
  • Guardanapos de papel
  • Saquetas de chá

NÃO

  • Líquidos
  • Loiças / copos / talheres
  • Papel: vegetal / impresso / de alumínio
  • Embalagens
  • Rolhas / tampas / caricas
  • Vidros
  • Plásticos / têxteis
  • Lâmpadas
  • Metais
  • Beatas

Sim

  • Folhas
  • Ramagens
  • Plantas
  • Cortes de relva
  • Fores
  • Fruta e legumes deteriorados

Não

  • Troncos de árvores
  • Troncos de diamêtro superior a 8 cm
  • Terra/vasos
  • Embalagens
  • Resíduos alimentares

Sim

  • Garrafas
  • Frascos
  • Boiões

Não

  • Loiças e cerâmicas
  • Vidro plano: janelas / cristais / espelhos
  • Lâmpadas
  • Rolhas / cápsulas

Mais informação sobre separação seletiva de resíduos em Sociedade Ponto Verde

Iniciativas

A Câmara Municipal de Lisboa, à semelhança de outras cidades europeias, está a desenvolver um projeto-piloto para o controlo eletrónico da remoção de resíduos urbanos. Esta iniciativa visa melhorar a qualidade do serviço prestado e adequar a prestação do serviço às mais recentes alterações legislativas.

Com este projeto pretende-se:

  • um controlo mais eficiente do parque de contentores
  • monitorizar padrões de produção de resíduos para ajudar a previsão dos meios a utilizar na deposição e remoção
  • efetuar um planeamento inteligente de rotas de recolha
  • reduzir a deposição de resíduos em aterro
  • incrementar a recolha seletiva e a reciclagem aperfeiçoando o serviço público prestado.

O projeto envolve, numa primeira fase (novembro de 2021), a instalação de identificadores por rádio frequência (vulgo tags), em contentores de deposição de resíduos indiferenciados e de recolha seletiva, atribuídos a particulares e entidades onde se efetua a remoção porta-a-porta dos resíduos. As 12 freguesias abrangidas nesta fase do projeto são: Alvalade, Areeiro, Arroios, Avenidas Novas, Campo de Ourique, Campolide, Estrela, Misericórdia, Penha de França, Santa Maria Maior, Santo António e São Vicente.

Paralelamente, estão e ser instalados equipamentos nas viaturas afetas à remoção de resíduos, que possibilitarão a leitura dos identificadores de contentores e a automatização de rotas de recolha com consequente aumento da produtividade e qualidade do serviço.

A manutenção dos dados recolhidos e seu tratamento são geridos por uma plataforma capaz de apoiar a planificação e controlo de uma recolha mais eficiente.

No futuro, prevê-se que o projeto seja alargado a outras freguesias do município e à totalidade da frota de remoção.

Lisboa a Compostar, é um projeto de incentivo à compostagem doméstica promovido pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Valorsul.

Podem candidatar-se todos os residentes em Lisboa, em casa com logradouro, quintal ou jardim.

Além dos compostores domésticos, há atualmente compostores comunitários nos seguintes locais:

  • Areeiro: Rua Presidente Wilson (logradouro poente, do lado da Praça de Londres);
  • Ajuda: Calçada Ernesto da Silva (junto às hortas comunitárias);
  • Campolide: Rua Conselheiro Fernando de Sousa;
  • Olivais: Rua Sargento Armando Monteiro Ferreira;
  • Rua Cidade de Lobito (Quinta Pedagógica dos Olivais).

Consulte o Guia Lisboa a Compostar.

 Vídeo sobre a compostagem comunitária.

Inscrições e mais informação em Lisboa a Compostar