Estuário do Tejo

O estuário do Tejo é um dos maiores da europa ocidental. Na sua zona superior, foram criadas uma reserva natural e uma zona de proteção especial, que engloba a reserva natural. Na frente ribeirinha do Parque das Nações, a zona de sapal é atualmente objeto de monitorização ambiental.

Em 2010, a Câmara Municipal de Lisboa alargou o estudo a toda a frente ribeirinha de Lisboa. Esta monitorização ambiental tem estudado diversas componentes biológicas, incidindo atualmente sobre as comunidades de macroinvertebrados bentónicos, a granulometria e os teores de matéria orgânica dos sedimentos.

Principais Espécies

  • Gaivota-de-asa-escura
  • Guincho
  • Marrequinha
  • Maçarico-de-bico-direito
  • Pilrito-comum
  • Borrelho
  • Flamingo
  • Garça-real
  • Minhoca-da-pesca
  • Lambujinha
  • Búzio
  • Crustáceos: isópodes, anfípodes e decápodes, como o camarão-mouro e o caranguejo-verde
  • Taínha
  • Xarroco
  • Caboz
  • Robalo
  • Corvina
  • Sargo
  • Linguado
  • Sarcocornia fruticosa
  • Sarcocornia perennis
  • Polygonum maritimum
  • Halimione portulacoides
  • Aster tripolium

Monitorização biológica da Frente Ribeirinha de Lisboa

Relatório 2020