Corredor Verde Periférico de Lisboa

Localizado na zona norte de Lisboa, abrangerá, quando concluído na totalidade, mais de 150 hectares de zonas verdes

Permite a ligação entre o Parque Florestal de Monsanto e o Parque do Vale da Ameixoeira, adjacente à estrutura ecológica regional, nomeadamente a área da Várzea de Loures que se estende por mais de 1000 hectares, seguindo o rio Trancão até à sua foz no rio Tejo.

Apresenta soluções de continuidade que contrastam com espaços verdes de maior dimensão. Destacam-se; 

Em obra, está ainda o Parque Verde destinado à futura Feira Popular de Lisboa, em Carnide.

Da mesma forma, as obras em curso de requalificação do núcleo histórico de Carnide e do Paço do Lumiar constituem importantes áreas de consolidação patrimonial com espaços verdes públicos e privados, fazendo parte da malha urbana.

Em 2020 entrarão em obra quatro importantes espaços que concluirão em definitivo este projeto, já com décadas, do corredor verde periférico: