detalhe

Cultura 

Lisboa foi apresentada como convidada na Feira do Livro de Buenos Aires

A cidade de Lisboa é convidada de honra da Feira do Livro de Buenos Aires, entre 25 de abril e 12 de maio de 2024. Considerada a quinta maior feira do livro do mundo, o evento promove o pluralismo, e a discussão de ideias, afirmou Carlos Moedas, na apresentação, a 10 de outubro.

Apresentação de Lisboa como convidada de honra da Feira do Livro de Buenos Aires - Salão Nobre dos Paços do Concelho

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, participou na apresentação de Lisboa como cidade convidada de honra da 48ª edição da Feira do Livro de Buenos Aires em 2024. A sessão decorreu hoje nos Paços do Concelho de Lisboa, com a presença do vereador da Cultura, Economia e Inovação, Diogo Moura, do presidente da Fundação El Libro, Alejandro Vaccaro, e do diretor da Feira, Ezequiel Martinez.

“Esta é uma grande oportunidade para Lisboa, e também uma grande responsabilidade”, sublinhou Carlos Moedas. Lisboa “é uma cidade plural e da diversidade, e esta feira literária promove justamente esse pluralismo, e a discussão de ideias”, acrescentando que, como “cidade aberta que é, Lisboa quer dar visibilidade aos autores, à nova geração de escritores e ao talento das mulheres. Este é o meu grande projeto, aliar cultura, inovação e talento".

Por sua vez, Alejandro Vaccaro – “guardião da obra de Jorge Luis Borges”, como sublinhou Carlos Moedas – destacou a importância da Feira de Buenos Aires, e a importância de Lisboa como convidada de honra: “Lisboa é uma cidade de enorme capital cultural, e queremos recebê-la de braços abertos”.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, participou na apresentação de Lisboa como cidade convidada de honra da 48ª edição da Feira do Livro de Buenos Aires em 2024. A sessão decorreu hoje nos Paços do Concelho de Lisboa, com a presença do vereador da Cultura, Economia e Inovação, Diogo Moura, do presidente da Fundação El Libro, Alejandro Vaccaro, e do diretor da Feira, Ezequiel Martinez.

“Esta é uma grande oportunidade para Lisboa, e também uma grande responsabilidade”, sublinhou Carlos Moedas. Lisboa “é uma cidade plural e da diversidade, e esta feira literária promove justamente esse pluralismo, e a discussão de ideias”, acrescentando que, como “cidade aberta que é, Lisboa quer dar visibilidade aos autores, à nova geração de escritores e ao talento das mulheres. Este é o meu grande projeto, aliar cultura, inovação e talento".

Por sua vez, Alejandro Vaccaro – “guardião da obra de Jorge Luis Borges”, como sublinhou Carlos Moedas – destacou a importância da Feira de Buenos Aires, e a importância de Lisboa como convidada de honra: “Lisboa é uma cidade de enorme capital cultural, e queremos recebê-la de braços abertos”.

ler mais
ler menos