CidadaniaUrbanismo 

Sessão pública participativa dá a conhecer o novo Martim Moniz

Um "Jardim do mundo", o projeto vencedor de requalificação da Praça Martim Moniz, foi apresentado 5 de fevereiro, no Hotel Mundial, numa sessão que serviu igualmente para recolher as sugestões da população para o desenvolvimento do projeto.

Sessão participativa de apresentação do projeto vencedor de requalificação do Martim Moniz 

O projeto de requalificação, selecionado por um júri de especialistas e aprovado em reunião da Câmara Municipal de Lisboa em 2023, foi desenvolvido pelas arquitetas Filipa Cardoso de Menezes e Catarina Assis Pacheco - Arquitetura Paisagista, e por uma equipa multidisciplinar de engenheiros, arquitetos paisagistas e botânicos.

O "Jardim do mundo" é o "resultado de um processo de participação pública", assinalou a vereadora do Urbanismo, Joana Almeida, na sessão em que estiveram presentes o presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, Miguel Coelho, e as responsáveis pelo projeto.

A população demonstrou o "desejo forte" de um novo jardim para o centro da cidade, "com a melhoria da circulação rodoviária, a redução do ruído, a promoção da acessibilidade pedonal e o aumento da segurança ", assinalou Joana Almeida, acrescentando a preocupação das projetistas em preservar e respeitar as "vivências e aspirações dos residentes" e o "respeito de diferentes hábitos, usos e culturas".

Em março, a Praça irá receber uma exposição com todos os projetos que estiveram a concurso.

O projeto de requalificação, selecionado por um júri de especialistas e aprovado em reunião da Câmara Municipal de Lisboa em 2023, foi desenvolvido pelas arquitetas Filipa Cardoso de Menezes e Catarina Assis Pacheco - Arquitetura Paisagista, e por uma equipa multidisciplinar de engenheiros, arquitetos paisagistas e botânicos.

O "Jardim do mundo" é o "resultado de um processo de participação pública", assinalou a vereadora do Urbanismo, Joana Almeida, na sessão em que estiveram presentes o presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, Miguel Coelho, e as responsáveis pelo projeto.

A população demonstrou o "desejo forte" de um novo jardim para o centro da cidade, "com a melhoria da circulação rodoviária, a redução do ruído, a promoção da acessibilidade pedonal e o aumento da segurança ", assinalou Joana Almeida, acrescentando a preocupação das projetistas em preservar e respeitar as "vivências e aspirações dos residentes" e o "respeito de diferentes hábitos, usos e culturas".

Em março, a Praça irá receber uma exposição com todos os projetos que estiveram a concurso.

ler mais
ler menos