CidadaniaUrbanismo 

Município aprova projeto de requalificação do Martim Moniz

“Um novo jardim para as Pessoas” foi o projeto vencedor para a requalificação da Praça Martim Moniz. A adjudicação foi aprovada pela Câmara Municipal de Lisboa a 22 de novembro. A proposta assenta num espaço verde, com destaque para o património histórico da Cerca Fernandina e da Porta da Mouraria - uma das portas da cidade medieval.

Praça do Martim Moniz

A requalificação desta zona do centro histórico foi objeto de um concurso público internacional, que decorreu de março a junho de 2023 e recebeu 20 propostas. O projeto de Filipa Cardoso de Menezes & Catarina Assis Pacheco - Arquitetura Paisagista, foi o vencedor, numa adjudicação por ajuste direto pelo preço de 462 mil euros.

A proposta de intervenção na Praça Martim Moniz assenta em quatro eixos: revelar a história, resgatar o vale; um novo jardim para as pessoas; vivo e enraizado na cidade e fundado num solo do mundo.

Os destaques visam a criação de um amplo espaço verde, em homenagem aos terrenos agrícolas que em tempos ali existiram, respeitando o património histórico da Cerca Fernandina, e da Porta da Mouraria. Um espaço pedonal no centro da cidade e um novo espaço bioclimático são outras inovações previstas no projeto.

A requalificação tem origem num processo participativo, no qual a população manifestou vontade de criar um jardim na praça do Martim Moniz.

A requalificação desta zona do centro histórico foi objeto de um concurso público internacional, que decorreu de março a junho de 2023 e recebeu 20 propostas. O projeto de Filipa Cardoso de Menezes & Catarina Assis Pacheco - Arquitetura Paisagista, foi o vencedor, numa adjudicação por ajuste direto pelo preço de 462 mil euros.

A proposta de intervenção na Praça Martim Moniz assenta em quatro eixos: revelar a história, resgatar o vale; um novo jardim para as pessoas; vivo e enraizado na cidade e fundado num solo do mundo.

Os destaques visam a criação de um amplo espaço verde, em homenagem aos terrenos agrícolas que em tempos ali existiram, respeitando o património histórico da Cerca Fernandina, e da Porta da Mouraria. Um espaço pedonal no centro da cidade e um novo espaço bioclimático são outras inovações previstas no projeto.

A requalificação tem origem num processo participativo, no qual a população manifestou vontade de criar um jardim na praça do Martim Moniz.

ler mais
ler menos