Covid-19 Medidas e Informações

Cultura 

Câmara apoia casas de fado e artistas de fado de Lisboa

Programação desenvolvida com as casas de fado da cidade de Lisboa.

Câmara apoia Fadistas e Casas de Fado

Links relacionados

Programa para as Casas de Fado de Lisboa

O apoio imediato da CML às casas de fado, e seus artistas, ascende a 200 mil euros.

As Casas de Fado interromperam a sua atividade abruptamente no contexto de pandemia que atravessamos. Neste setor trabalham centenas de artistas que, ao longo dos anos, construíram e constroem, ainda hoje, a história do Fado. Falamos de artistas que trabalham diariamente nestes recintos e que se encontram numa situação desprotegida.

Falamos de espaços emblemáticos da cidade de Lisboa, na sua maioria de casas históricas, em funcionamento há largas décadas, espaços vivos de aprendizagem, transmissão e fruição cultural do Fado e da Guitarra Portuguesa.

Para um fadista tudo começa na casa de fados. É ali que recebe os ensinamentos dos mais antigos. É ali que aprende a conhecer os repertórios poéticos, as melodias e o legado dos grandes pilares da tradição fadista. É aqui que cresce, enquanto artista, para passar a integrar, em nome próprio, uma herança coletiva que conta com uma história aproximada de dois séculos e que se assume, ainda hoje, em pleno século XXI, como um património vivo e universal.

Programação desenvolvida com as casas de fado

  • Fique em casa... de Fados

Em parceria com a RTP, a Câmara Municipal de Lisboa está a trabalhar num documentário alusivo às Casas de Fado, gravado em 10 espaços emblemáticos da cidade.

Os episódios individuais serão transmitidos online nas redes sociais da autarquia, e da EGEAC | Museu do Fado, e o documentário será transmitido pela RTP. O financiamento é da responsabilidade da autarquia.

A Parreirinha de Alfama | A Severa | Adega Machado | Café Luso | Casa de Linhares | Clube de Fado | Maria da Mouraria | Mesa de Frades | O Faia | Senhor Vinho

  • Fados da Casa

Em simultâneo, o Museu do Fado está a desenvolver uma programação com todos os artistas dos elencos artísticos de todas as Casas de Fado de Lisboa.

Uma programação de conversas e fado, filmada em ambiente controlado e transmitida através das redes sociais da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e do Museu do Fado. Ao longo deste ciclo, intérpretes e músicos são convidados a partilhar memórias e conhecimentos sobre a história do Fado, a selecionar peças emblemáticas do acervo do Museu, a homenagear as suas referências artísticas e, sobretudo, a partilhar connosco o seu imenso talento.

Enquanto aguardamos pelo reencontro com o Fado e com os artistas extraordinários que diariamente o constroem, nestes locais históricos da cidade de Lisboa, serão eles a levar o Fado e o Museu até si.

Programa específico de apoio à recuperação no médio prazo

A CML, em colaboração com a Associação de Turismo de Lisboa, vai desenvolver um programa específico para relançar o setor no médio prazo, apoiando a recuperação das Casas de Fado e a manutenção da vitalidade de uma instituição e referência cultural que faz parte e preserva a memória da própria cidade.

Mais informação

O apoio imediato da CML às casas de fado, e seus artistas, ascende a 200 mil euros.

As Casas de Fado interromperam a sua atividade abruptamente no contexto de pandemia que atravessamos. Neste setor trabalham centenas de artistas que, ao longo dos anos, construíram e constroem, ainda hoje, a história do Fado. Falamos de artistas que trabalham diariamente nestes recintos e que se encontram numa situação desprotegida.

Falamos de espaços emblemáticos da cidade de Lisboa, na sua maioria de casas históricas, em funcionamento há largas décadas, espaços vivos de aprendizagem, transmissão e fruição cultural do Fado e da Guitarra Portuguesa.

Para um fadista tudo começa na casa de fados. É ali que recebe os ensinamentos dos mais antigos. É ali que aprende a conhecer os repertórios poéticos, as melodias e o legado dos grandes pilares da tradição fadista. É aqui que cresce, enquanto artista, para passar a integrar, em nome próprio, uma herança coletiva que conta com uma história aproximada de dois séculos e que se assume, ainda hoje, em pleno século XXI, como um património vivo e universal.

Programação desenvolvida com as casas de fado

  • Fique em casa... de Fados

Em parceria com a RTP, a Câmara Municipal de Lisboa está a trabalhar num documentário alusivo às Casas de Fado, gravado em 10 espaços emblemáticos da cidade.

Os episódios individuais serão transmitidos online nas redes sociais da autarquia, e da EGEAC | Museu do Fado, e o documentário será transmitido pela RTP. O financiamento é da responsabilidade da autarquia.

A Parreirinha de Alfama | A Severa | Adega Machado | Café Luso | Casa de Linhares | Clube de Fado | Maria da Mouraria | Mesa de Frades | O Faia | Senhor Vinho

  • Fados da Casa

Em simultâneo, o Museu do Fado está a desenvolver uma programação com todos os artistas dos elencos artísticos de todas as Casas de Fado de Lisboa.

Uma programação de conversas e fado, filmada em ambiente controlado e transmitida através das redes sociais da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e do Museu do Fado. Ao longo deste ciclo, intérpretes e músicos são convidados a partilhar memórias e conhecimentos sobre a história do Fado, a selecionar peças emblemáticas do acervo do Museu, a homenagear as suas referências artísticas e, sobretudo, a partilhar connosco o seu imenso talento.

Enquanto aguardamos pelo reencontro com o Fado e com os artistas extraordinários que diariamente o constroem, nestes locais históricos da cidade de Lisboa, serão eles a levar o Fado e o Museu até si.

Programa específico de apoio à recuperação no médio prazo

A CML, em colaboração com a Associação de Turismo de Lisboa, vai desenvolver um programa específico para relançar o setor no médio prazo, apoiando a recuperação das Casas de Fado e a manutenção da vitalidade de uma instituição e referência cultural que faz parte e preserva a memória da própria cidade.

Mais informação

ler mais
ler menos