COVID-19 Medidas e Informações

detalhe

Habitação 

Programa BIP/ZIP assinala 10 anos de parcerias com as comunidades locais

O totem “No Coração a Cidade”, no Jardim Mário Soares, marca o 10º aniversário do programa dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária de Lisboa (BIP/ZIP). Através de um QR Code inscrito na obra, será possível conhecer os projetos, e os territórios BIP ZIP.

Totem “No Coração a Cidade”, no Jardim Mário Soares

A instalação da peça de arte urbana, no jardim do campo Grande, situado no centro geodésico da cidade, é o primeiro momento de um circuito de 10 “Pegadas BIP ZIP” que vão marcar o programa de comemorações. Paula Marques, vereadora da Habitação e Desenvolvimento Local, visitou neste dia dois projetos - Ao Tarujo eu vou! e Casa Comunitária da Mouraria, exemplos deste programa municipal que tem ajudado a mudar vidas a e resolver problemas das comunidades locais.

A energia BIP/ZIP tocou já mais de um terço da população de Lisboa, em projetos dirigidos para as necessidades concretas dos bairros e zonas de intervenção prioritária, em áreas como a empregabilidade, formação / apoio ao estudo, apoio aos mais vulneráveis, igualdade e cidadania, sustentabilidade ambiental e, mais recentemente, ao combate à pandemia e às suas consequências sociais.

São já quase quatro centenas de projetos desenvolvidos em 67 territórios que, ao longo desta década, construíram uma rede de parcerias locais, com mais de 1 400 entidades, que deram corpo a mais de 2 500 atividades.

O Programa de Parcerias Locais BIP/ZIP integra a estratégia de desenvolvimento local do município, dando apoio financeiro ao lançamento de projetos e ideias importantes para as populações, desenvolvidos em conjunto pelas entidades locais, muitos dos quais já em fase de sustentabilidade.

Para esta ignição de projetos, a Câmara Municipal de Lisboa investiu mais de 14 milhões de euros, a que as próprias parcerias juntaram mais 5 milhões.
 

A instalação da peça de arte urbana, no jardim do campo Grande, situado no centro geodésico da cidade, é o primeiro momento de um circuito de 10 “Pegadas BIP ZIP” que vão marcar o programa de comemorações. Paula Marques, vereadora da Habitação e Desenvolvimento Local, visitou neste dia dois projetos - Ao Tarujo eu vou! e Casa Comunitária da Mouraria, exemplos deste programa municipal que tem ajudado a mudar vidas a e resolver problemas das comunidades locais.

A energia BIP/ZIP tocou já mais de um terço da população de Lisboa, em projetos dirigidos para as necessidades concretas dos bairros e zonas de intervenção prioritária, em áreas como a empregabilidade, formação / apoio ao estudo, apoio aos mais vulneráveis, igualdade e cidadania, sustentabilidade ambiental e, mais recentemente, ao combate à pandemia e às suas consequências sociais.

São já quase quatro centenas de projetos desenvolvidos em 67 territórios que, ao longo desta década, construíram uma rede de parcerias locais, com mais de 1 400 entidades, que deram corpo a mais de 2 500 atividades.

O Programa de Parcerias Locais BIP/ZIP integra a estratégia de desenvolvimento local do município, dando apoio financeiro ao lançamento de projetos e ideias importantes para as populações, desenvolvidos em conjunto pelas entidades locais, muitos dos quais já em fase de sustentabilidade.

Para esta ignição de projetos, a Câmara Municipal de Lisboa investiu mais de 14 milhões de euros, a que as próprias parcerias juntaram mais 5 milhões.
 

ler mais
ler menos