detalhe

AmbienteSegurança 

Plano de contingência para pessoas em situação sem-abrigo perante tempo frio

Câmara de Lisboa aciona Plano de Contingência para as Pessoas em Situação Sem-Abrigo perante o tempo frio, de 24 a 29 de janeiro. Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco foi aberto às 18 h de 24 de janeiro, com serviço de refeições quentes, alimentos e agasalhos

Vaga de frio em Lisboa, com descida acentuada da temperatura nos próximos dias

Face às previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que apontam para uma vaga de frio, com descida acentuada da temperatura nos próximos dias, a Câmara Municipal de Lisboa aciona o Plano de Contingência para as Pessoas em Situação Sem-Abrigo (em anexo).

As Equipas Técnicas de Rua, estarão em sete pontos de concentração, para encaminhar as pessoas em situação sem-abrigo para o Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco.

  1. Rossio (entrada estação Metro/Praça Dom Pedro IV)
  2. Intendente (entrada estação Metro/Sapataria Guimarães)
  3. Saldanha (entrada estação Metro junto ao Novo Banco)
  4. Gare do Oriente (entrada principal )
  5. Estação de Santa Apolónia (átrio principal )
  6. Cais do Sodré (entrada Estação Fluvial)
  7. Alcântara (frente ao Pingo Doce, Rua de Cascais)
  • Estações de Metropolitano do Rossio, Santa Apolónia e Oriente: abertas à população em situação sem-abrigo das 23h00 às 06h30.
  • Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco: Dispositivo Integrado de apoio às pessoas em situação sem-abrigo, com serviço de refeições quentes, alimentos e agasalhos. O espaço está também preparado para receber animais de estimação, com boxes para alojar os animais e alimentação apropriada.

Neste contexto de tempo frio, recomenda-se que dê especial atenção aos grupos da população de maior risco: Crianças nos primeiros anos de vida e idosos; Doentes crónicos (em especial cardíacos, vasculares, respiratórios, reumáticos, diabéticos e da tiróide) ou acamados; Pessoas com perturbações de memória, problemas de saúde mental, alcoolismo ou demência; Pessoas que tomem medicamentos como psicotrópicos ou anti-inflamatórios; Pessoas com mobilidade ou dificuldades na realização das atividades da vida diária; Pessoas isoladas ou em situação de exclusão social.

Evite a saída de casa das pessoas que pertencem aos grupos de maior risco, e procure manter-se em casa ou em locais quentes. Evite as atividades físicas intensas que obrigam o coração a um maior esforço que podem provocar um ataque cardíaco. O ar frio não é bom para a circulação sanguínea.

Se suspeitar de situações de hipotermia, ligue imediatamente para o 112. Esteja atento às informações meteorológicas e cumpra as recomendações das entidades competentes.

Notícia atualizada a 25 de janeiro, com informação e fotografias da abertura do Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco

Face às previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que apontam para uma vaga de frio, com descida acentuada da temperatura nos próximos dias, a Câmara Municipal de Lisboa aciona o Plano de Contingência para as Pessoas em Situação Sem-Abrigo (em anexo).

As Equipas Técnicas de Rua, estarão em sete pontos de concentração, para encaminhar as pessoas em situação sem-abrigo para o Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco.

  1. Rossio (entrada estação Metro/Praça Dom Pedro IV)
  2. Intendente (entrada estação Metro/Sapataria Guimarães)
  3. Saldanha (entrada estação Metro junto ao Novo Banco)
  4. Gare do Oriente (entrada principal )
  5. Estação de Santa Apolónia (átrio principal )
  6. Cais do Sodré (entrada Estação Fluvial)
  7. Alcântara (frente ao Pingo Doce, Rua de Cascais)
  • Estações de Metropolitano do Rossio, Santa Apolónia e Oriente: abertas à população em situação sem-abrigo das 23h00 às 06h30.
  • Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco: Dispositivo Integrado de apoio às pessoas em situação sem-abrigo, com serviço de refeições quentes, alimentos e agasalhos. O espaço está também preparado para receber animais de estimação, com boxes para alojar os animais e alimentação apropriada.

Neste contexto de tempo frio, recomenda-se que dê especial atenção aos grupos da população de maior risco: Crianças nos primeiros anos de vida e idosos; Doentes crónicos (em especial cardíacos, vasculares, respiratórios, reumáticos, diabéticos e da tiróide) ou acamados; Pessoas com perturbações de memória, problemas de saúde mental, alcoolismo ou demência; Pessoas que tomem medicamentos como psicotrópicos ou anti-inflamatórios; Pessoas com mobilidade ou dificuldades na realização das atividades da vida diária; Pessoas isoladas ou em situação de exclusão social.

Evite a saída de casa das pessoas que pertencem aos grupos de maior risco, e procure manter-se em casa ou em locais quentes. Evite as atividades físicas intensas que obrigam o coração a um maior esforço que podem provocar um ataque cardíaco. O ar frio não é bom para a circulação sanguínea.

Se suspeitar de situações de hipotermia, ligue imediatamente para o 112. Esteja atento às informações meteorológicas e cumpra as recomendações das entidades competentes.

Notícia atualizada a 25 de janeiro, com informação e fotografias da abertura do Pavilhão Municipal Manuel Castel Branco

ler mais
ler menos