COVID-19 Medidas e Informações

detalhe

Cultura 

Palácio da Ajuda pronto para acolher futuro Museu do Tesouro Real

Conclusão da ala poente do Palácio Nacional da Ajuda vai permitir acolher, já em novembro, o Museu do Tesouro Real. Projeto contou com financiamento de 17 milhões de euros da Câmara de Lisboa, através do Fundo de Desenvolvimento Turístico.

Palácio Nacional da Ajuda - Ala Poente

Links relacionados

Palácio Nacional da Ajuda

O projeto global, que incluiu ainda a requalificação do espaço público na Calçada da Ajuda, representa um investimento de 31 milhões de euros, numa obra a cargo da Associação Turismo de Lisboa.

“O tempo veio dar razão a esta opção”, afirmou Fernando Medina, numa alusão à criação da taxa turística, em 2014, que permitiu já a requalificação da Estação Sul Sueste e Doca da Marinha, a que se junta agora o Palácio da Ajuda. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa falava na cerimónia de inauguração da nova ala, dia 7 de junho, que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do primeiro-ministro, António Costa.

O núcleo central deste edifício, onde será instalado o futuro museu - com mais de mil peças do tesouro real nunca antes exibidas ao público - irá ter "uma caixa-forte com 40 metros de comprimento, dez de altura e dez de largura, três pisos e duas portas em aço, com cinco toneladas e 40 cm de espessura cada."

O acesso, “fica altamente reservado durante os próximos meses para que os trabalhos de instalação do Museu do Tesouro Real sejam realizados com a máxima segurança”, informa o Palácio Nacional da Ajuda.

O projeto global, que incluiu ainda a requalificação do espaço público na Calçada da Ajuda, representa um investimento de 31 milhões de euros, numa obra a cargo da Associação Turismo de Lisboa.

“O tempo veio dar razão a esta opção”, afirmou Fernando Medina, numa alusão à criação da taxa turística, em 2014, que permitiu já a requalificação da Estação Sul Sueste e Doca da Marinha, a que se junta agora o Palácio da Ajuda. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa falava na cerimónia de inauguração da nova ala, dia 7 de junho, que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do primeiro-ministro, António Costa.

O núcleo central deste edifício, onde será instalado o futuro museu - com mais de mil peças do tesouro real nunca antes exibidas ao público - irá ter "uma caixa-forte com 40 metros de comprimento, dez de altura e dez de largura, três pisos e duas portas em aço, com cinco toneladas e 40 cm de espessura cada."

O acesso, “fica altamente reservado durante os próximos meses para que os trabalhos de instalação do Museu do Tesouro Real sejam realizados com a máxima segurança”, informa o Palácio Nacional da Ajuda.

ler mais
ler menos