detalhe

Cultura 

Os Casamentos de Santo António estão de volta

Os 16 casais que dão continuidade a uma das tradições mais queridas dos lisboetas foram apresentados a 11 de maio. A iniciativa é organizada há 25 anos pela Câmara Municipal de Lisboa, e regressa depois de dois anos de interrupção, devido à pandemia de Covid-19.

Cerimónia de apresentação dos Casais 2022 - Cineteatro Capitólio

A cerimónia de apresentação dos Casais 2022 teve lugar no Cineteatro Capitólio, no Parque Mayer, e contou com a presença de quatro Casais de Ouro de 1972, que celebram 50 anos de casamento.

Desde 1997, em 25 edições, a câmara apoiou já 368 casais – cerca de 40 de jovens famílias lisboetas. Os novos casais, “vão fazer parte da história e são muito importantes para o rejuvenescimento da cidade”, afirmou o vereador da Cultura, Diogo Moura.

Os Casamentos de Santo António começaram em 1958, com o objetivo de "possibilitar o matrimónio a casais com maiores dificuldades económicas". Desde então, afirmaram-se, definitivamente, como um dos momentos altos das Festas de Lisboa.

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou, a 13 de abril, o apoio para cada uma das coletividades que participa na organização e apresentação das Marchas Populares.

 

A cerimónia de apresentação dos Casais 2022 teve lugar no Cineteatro Capitólio, no Parque Mayer, e contou com a presença de quatro Casais de Ouro de 1972, que celebram 50 anos de casamento.

Desde 1997, em 25 edições, a câmara apoiou já 368 casais – cerca de 40 de jovens famílias lisboetas. Os novos casais, “vão fazer parte da história e são muito importantes para o rejuvenescimento da cidade”, afirmou o vereador da Cultura, Diogo Moura.

Os Casamentos de Santo António começaram em 1958, com o objetivo de "possibilitar o matrimónio a casais com maiores dificuldades económicas". Desde então, afirmaram-se, definitivamente, como um dos momentos altos das Festas de Lisboa.

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou, a 13 de abril, o apoio para cada uma das coletividades que participa na organização e apresentação das Marchas Populares.

 

ler mais
ler menos