detalhe

Informaçoes e ServiçosMobilidade 

Obra do Metropolitano condiciona circulação no Campo Grande

O prolongamento das Linhas Amarela e Verde - Viadutos do Campo Grande – obra da responsabilidade do Metropolitano de Lisboa – vai condicionar o trânsito na zona do Campo Grande. A partir de 3 de março e até final da obra haverá ainda alterações na circulação pedonal e ciclável.

Obra do Metropolitano vai condicionar trânsito no Campo Grande

A partir de 19 de janeiro, e durante um período previsto de 17 meses

  • Encerramento do ramo de Saída Av. Padre Cruz / Estrada de Telheiras para o Terminal Rodoviário e Estádio José Alvalade
  • Alteração temporária do percurso dos transportes coletivos para o terminal do Campo Grande: saída dos passageiros será em frente ao edifício da NOS e sob o viaduto da Segunda Circular, em zonas de desembarque criadas para o efeito

A partir de 24 de janeiro, e durante um período previsto de 6 meses

  • Constrangimentos na Av. Padre Cruz: supressão da via esquerda nos dois sentidos, e condicionamento na berma no sentido Lisboa - Odivelas
  • Supressão da via no acesso Campo Grande - Av. Padre Cruz

A partir de 3 de março, e até final da obra - circulação pedonal e ciclável

  • Interdição da circulação pedonal no sentido Lumiar/Campo Grande, junto à zona do estaleiro das obras do Metropolitano de Lisboa na Rua Cipriano Dourado
  • Interdição do troço da ciclovia na Rua Cipriano Dourado, junto à zona do estaleiro
  • Condicionamento dos troços da ciclovia na Rua Cipriano Dourado até ao cruzamento do Campo Grande

Como alternativa à circulação pedonal e ciclável, o Metropolitano de Lisboa sugere a utilização das passagens de peões que se encontram na zona envolvente ao estaleiro da obra do Metro e do passeio existente, no lado oposto à obra, na Rua Cipriano Dourado. Os utilizadores de modos cicláveis devem utilizar a ciclovia alternativa criada para efeito.

Notícia atualizada a 4 de maio, com informação sobre a via alternativa à ciclovia da Rua Cipriano Dourado

A partir de 19 de janeiro, e durante um período previsto de 17 meses

  • Encerramento do ramo de Saída Av. Padre Cruz / Estrada de Telheiras para o Terminal Rodoviário e Estádio José Alvalade
  • Alteração temporária do percurso dos transportes coletivos para o terminal do Campo Grande: saída dos passageiros será em frente ao edifício da NOS e sob o viaduto da Segunda Circular, em zonas de desembarque criadas para o efeito

A partir de 24 de janeiro, e durante um período previsto de 6 meses

  • Constrangimentos na Av. Padre Cruz: supressão da via esquerda nos dois sentidos, e condicionamento na berma no sentido Lisboa - Odivelas
  • Supressão da via no acesso Campo Grande - Av. Padre Cruz

A partir de 3 de março, e até final da obra - circulação pedonal e ciclável

  • Interdição da circulação pedonal no sentido Lumiar/Campo Grande, junto à zona do estaleiro das obras do Metropolitano de Lisboa na Rua Cipriano Dourado
  • Interdição do troço da ciclovia na Rua Cipriano Dourado, junto à zona do estaleiro
  • Condicionamento dos troços da ciclovia na Rua Cipriano Dourado até ao cruzamento do Campo Grande

Como alternativa à circulação pedonal e ciclável, o Metropolitano de Lisboa sugere a utilização das passagens de peões que se encontram na zona envolvente ao estaleiro da obra do Metro e do passeio existente, no lado oposto à obra, na Rua Cipriano Dourado. Os utilizadores de modos cicláveis devem utilizar a ciclovia alternativa criada para efeito.

Notícia atualizada a 4 de maio, com informação sobre a via alternativa à ciclovia da Rua Cipriano Dourado

ler mais
ler menos