detalhe

Ambiente 

Nova forma de recolha de resíduos sólidos urbanos

A Penha de França tem novo modelo de recolha seletiva porta-a-porta de papel/cartão e embalagens de plástico. O projeto visa aumentar as taxas de recolha seletiva e reciclagem em Lisboa, para cumprir diretivas europeias e legislação nacional

Penha de França tem novo modelo de recolha seletiva porta-a-porta de papel/cartão e embalagens de plástico

O projeto teve início a 8 de novembro, com a entrega de equipamento. No dia 22 de novembro começaram os circuitos de remoção de seletivas. Dada a dimensão da freguesia e a complexidade na otimização das rotas de remoção a entrega dos contentores e a recolha tem sido efetuada de forma faseada por áreas.

A recolha dos resíduos mantém-se seis dias por semana, de forma alternada, de acordo com as respetivas fileiras de resíduos.

  • Resíduos indiferenciados: segunda, quarta e sexta-feira;
  • Papel/cartão: quinta-feira;
  • Embalagens (plástico e alumínio): terça-feira e sábado.

Relativamente aos orgânicos (resíduos alimentares) a recolha será efetuada numa fase posterior.

Neste sentido, o Departamento de Higiene Urbana tem vindo a monitorizar as áreas que já se encontram abrangidas pelos novos circuitos, informando sobre a alteração do sistema através da colocação de fitas nos contentores que se encontram colocados no dia errado para remoção.

De acordo com o nº1 do artigo 21.º do “Regulamento de gestão de resíduos, limpeza e higiene urbana de Lisboa,” os munícipes devem depositar os resíduos urbanos de acordo com o sistema de recolha implementado na área, o qual deverá ser utilizado de forma a respeitar as condições de higiene e salubridade adequadas. Ainda de acordo com as alíneas a) e b) do ponto 4, a deposição está sujeita às seguintes regras:

  • É obrigatória a deposição de resíduos urbanos no interior dos equipamentos para tal destinados, deixando sempre fechada e respetiva tampa, sempre que aplicável;
  • É obrigatória a utilização do equipamento de deposição seletiva multimaterial, sempre que o mesmo esteja disponível.

O projeto teve início a 8 de novembro, com a entrega de equipamento. No dia 22 de novembro começaram os circuitos de remoção de seletivas. Dada a dimensão da freguesia e a complexidade na otimização das rotas de remoção a entrega dos contentores e a recolha tem sido efetuada de forma faseada por áreas.

A recolha dos resíduos mantém-se seis dias por semana, de forma alternada, de acordo com as respetivas fileiras de resíduos.

  • Resíduos indiferenciados: segunda, quarta e sexta-feira;
  • Papel/cartão: quinta-feira;
  • Embalagens (plástico e alumínio): terça-feira e sábado.

Relativamente aos orgânicos (resíduos alimentares) a recolha será efetuada numa fase posterior.

Neste sentido, o Departamento de Higiene Urbana tem vindo a monitorizar as áreas que já se encontram abrangidas pelos novos circuitos, informando sobre a alteração do sistema através da colocação de fitas nos contentores que se encontram colocados no dia errado para remoção.

De acordo com o nº1 do artigo 21.º do “Regulamento de gestão de resíduos, limpeza e higiene urbana de Lisboa,” os munícipes devem depositar os resíduos urbanos de acordo com o sistema de recolha implementado na área, o qual deverá ser utilizado de forma a respeitar as condições de higiene e salubridade adequadas. Ainda de acordo com as alíneas a) e b) do ponto 4, a deposição está sujeita às seguintes regras:

  • É obrigatória a deposição de resíduos urbanos no interior dos equipamentos para tal destinados, deixando sempre fechada e respetiva tampa, sempre que aplicável;
  • É obrigatória a utilização do equipamento de deposição seletiva multimaterial, sempre que o mesmo esteja disponível.
ler mais
ler menos