detalhe

CulturaDesportoRevelar 

Mobilidade ciclável no século XX em Lisboa é tema de exposição

Foi inaugurada a 11 de janeiro, no Centro de Informação Urbana de Lisboa, a exposição “A cidade para quem? Quotidianos cicláveis nas ruas lisboetas no século XX".

Exposição “A cidade para quem? Quotidianos cicláveis nas ruas lisboetas no século XX" - Centro de Informação Urbana de Lisboa

A mostra, patente ao público até 27 de janeiro, nasce de um trabalho coletivo entre o Laboratório de História para as Mobilidades Urbanas Sustentáveis: Politicas Cicláveis de Lisboa (HiBiclab), e a antropóloga e cineasta Charlotte Seegers, a partir de dez fotografias de ruas da cidade entre 1900 e 1968, do acervo do Arquivo Municipal de Lisboa.

A inauguração, no Centro de Informação Urbana de Lisboa, integrou as atividades do projeto HiBiclab, que visa “mobilizar a história para envolver diferentes públicos na identificação de fatores-chave sociais, culturais e técnicos que moldaram a mobilidade (e imobilidade) de pessoas”.

A mostra, patente ao público até 27 de janeiro, nasce de um trabalho coletivo entre o Laboratório de História para as Mobilidades Urbanas Sustentáveis: Politicas Cicláveis de Lisboa (HiBiclab), e a antropóloga e cineasta Charlotte Seegers, a partir de dez fotografias de ruas da cidade entre 1900 e 1968, do acervo do Arquivo Municipal de Lisboa.

A inauguração, no Centro de Informação Urbana de Lisboa, integrou as atividades do projeto HiBiclab, que visa “mobilizar a história para envolver diferentes públicos na identificação de fatores-chave sociais, culturais e técnicos que moldaram a mobilidade (e imobilidade) de pessoas”.

ler mais
ler menos