COVID-19 Medidas e Informações

detalhe

Cultura 

"Lisboa Protege" permite programação cultural em 12 casas de espetáculo

Uma dúzia de salas de programação musical do Circuito em Lisboa, abrem portas entre maio e junho para uma programação cultural ao vivo com centenas de artistas e outros profissionais da música. O projeto beneficiou do apoio da autarquia, de 600 mil euros, no âmbito do Lisboa Protege.

Village Underground Lisboa integra o Circuito Lisboa

B.Leza, Casa Independente, Casa do Capitão, DAMAS, Hot Clube de Portugal, Lounge, Lux Frágil, Musicbox, RCA Club, Titanic Sur Mer, Valsa e Village Underground Lisboa, são as salas apoiadas que darão corpo ao Circuito em Lisboa, numa abrangente programação que envolve 120 atividades, 480 artistas e outros profissionais da música.

O projeto garantiu a sobrevivência destas salas durante os meses de inverno, através da compensação do prejuízo mensal provocado pelos custos fixos, não visados por outras medidas de apoio extraordinárias criadas para fazer à pandemia.

Com o apoio do Lisboa Protege à Cultura, é agora possível que as salas abram pontualmente as suas portas para estender este apoio a artistas e outros profissionais, em torno de um programa artístico diversificado para a cidade, e uma relação de confiança com o público.

As atividades arrancam em 3 de maio, com respeito pelas medidas e orientações da Direção-Geral da Saúde.

Toda a informação sobre a programação, horários e bilheteira, pode ser consultada em lisboa.circuito.live.

 

B.Leza, Casa Independente, Casa do Capitão, DAMAS, Hot Clube de Portugal, Lounge, Lux Frágil, Musicbox, RCA Club, Titanic Sur Mer, Valsa e Village Underground Lisboa, são as salas apoiadas que darão corpo ao Circuito em Lisboa, numa abrangente programação que envolve 120 atividades, 480 artistas e outros profissionais da música.

O projeto garantiu a sobrevivência destas salas durante os meses de inverno, através da compensação do prejuízo mensal provocado pelos custos fixos, não visados por outras medidas de apoio extraordinárias criadas para fazer à pandemia.

Com o apoio do Lisboa Protege à Cultura, é agora possível que as salas abram pontualmente as suas portas para estender este apoio a artistas e outros profissionais, em torno de um programa artístico diversificado para a cidade, e uma relação de confiança com o público.

As atividades arrancam em 3 de maio, com respeito pelas medidas e orientações da Direção-Geral da Saúde.

Toda a informação sobre a programação, horários e bilheteira, pode ser consultada em lisboa.circuito.live.

 

ler mais
ler menos