COVID-19 Medidas e Informações

Direitos Sociais

Educação

 

Ler e falar com as mãos no Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa

Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa assinalado pela autarquia nas escolas públicas de Lisboa. A LGP foi reconhecida enquanto língua da comunidade surda, pela Constituição da República, a 15 de novembro de 1997


Em Lisboa, o programa da autarquia Letras, Cores e Saberes desenvolveu ao longo do dia, junto dos alunos do 1º ciclo, iniciativas de sensibilização e promoção da língua gestual, que incluíram contos, curiosidades e desafios.

Em Benfica, a história “Amizade sobre Rodas”, organizada em parceria com o Agrupamento de Escolas Quinta de Marrocos e a Junta de Freguesia de Benfica, pretendeu chamar a atenção para as dificuldades desta comunidade, e criar as condições necessárias para a sua inclusão na sociedade.

Ensino bilingue de crianças surdas ou com dificuldades auditivas

A cidade de Lisboa acolhe várias escolas de referência para o ensino bilingue de crianças surdas, ou com dificuldades auditivas, que servem toda a Área Metropolitana de Lisboa e recebem alunos de outros concelhos.

Estas escolas integram os Agrupamentos de Escolas Quinta de Marrocos – com ensino do pré-escolar e 1º ciclo na EB Parque Siva Porto e 2º e 3º ciclos na EB 2,3 Quinta de Marrocos, o Agrupamento de Escolas Vergílio Ferreira, para ensino secundário, e a Escola Artística António Arroio, para ensino artístico.

Em Lisboa, o programa da autarquia Letras, Cores e Saberes desenvolveu ao longo do dia, junto dos alunos do 1º ciclo, iniciativas de sensibilização e promoção da língua gestual, que incluíram contos, curiosidades e desafios.

Em Benfica, a história “Amizade sobre Rodas”, organizada em parceria com o Agrupamento de Escolas Quinta de Marrocos e a Junta de Freguesia de Benfica, pretendeu chamar a atenção para as dificuldades desta comunidade, e criar as condições necessárias para a sua inclusão na sociedade.

Ensino bilingue de crianças surdas ou com dificuldades auditivas

A cidade de Lisboa acolhe várias escolas de referência para o ensino bilingue de crianças surdas, ou com dificuldades auditivas, que servem toda a Área Metropolitana de Lisboa e recebem alunos de outros concelhos.

Estas escolas integram os Agrupamentos de Escolas Quinta de Marrocos – com ensino do pré-escolar e 1º ciclo na EB Parque Siva Porto e 2º e 3º ciclos na EB 2,3 Quinta de Marrocos, o Agrupamento de Escolas Vergílio Ferreira, para ensino secundário, e a Escola Artística António Arroio, para ensino artístico.

ler mais
ler menos