detalhe

CulturaCultura 

Inaugurada escultura de homenagem aos médicos

O conjunto escultórico 'Heróis da pandemia' foi inaugurado sexta-feira dia 10 de fevereiro, em Belém, pelo presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas e pelo bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, numa homenagem ao trabalho dos médicos que estiveram na linha da frente na pandemia de Covid-19.

Conjunto escultórico 'Heróis da pandemia' da autoria do Mestre Rogério Abreu

A cerimónia contou ainda com a presença do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, antigos bastonários dos médicos como Gentil Martins e Germano de Sousa, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, e várias personalidades da área da saúde.

No seu discurso, Carlos Moedas destacou o papel dos médicos que foram super-heróis durante a pandemia de Covid-19 e são-nos todos os dias na sua missão de salvar vidas. Hoje, os médicos foram homenageados pela cidade e pelos lisboetas, pelo “reconhecimento e a admiração que merecem”.

As duas imagens, que agora podem ser vistas no Passeio Carlos do Carmo, junto ao rio, resultam de uma parceria entre a Câmara de Lisboa e a Ordem dos Médicos e são da autoria do Mestre Rogério Abreu.   

A cerimónia contou ainda com a presença do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, antigos bastonários dos médicos como Gentil Martins e Germano de Sousa, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, e várias personalidades da área da saúde.

No seu discurso, Carlos Moedas destacou o papel dos médicos que foram super-heróis durante a pandemia de Covid-19 e são-nos todos os dias na sua missão de salvar vidas. Hoje, os médicos foram homenageados pela cidade e pelos lisboetas, pelo “reconhecimento e a admiração que merecem”.

As duas imagens, que agora podem ser vistas no Passeio Carlos do Carmo, junto ao rio, resultam de uma parceria entre a Câmara de Lisboa e a Ordem dos Médicos e são da autoria do Mestre Rogério Abreu.   

ler mais
ler menos