COVID-19 Medidas e Informações

Cidadania e Participação

Direitos Sociais

 

Dia Internacional do Preservativo assinalado em Lisboa

Espaços de atendimento municipal em Lisboa distribuem preservativos e materiais informativos. Câmara adota recomendação das Nações Unidas para reduzir o estigma e tornar visível o preservativo em espaços públicos.

Manuel Grilo, vereador dos Direitos Sociais, visitou a Loja do Cidadão do Saldanha, local onde decorre uma das ações de distribuição de preservativos

Links relacionados

Lisboa sem SIDA

A 13 de fevereiro celebra-se o Dia Internacional do Preservativo. Para assinalar a data, diversos espaços de atendimento da autarquia organizam atividades como a realização de testes do VIH, entrega de material informativo e preservativos.

A campanha insere-se no programa municipal “Lisboa Cidade sem Sida”, em parceria com a Direção-Geral da Saúde (DGS). Manuel Grilo, vereador dos Direitos Sociais, visitou a Loja do Cidadão do Saldanha, local onde decorre uma das ações.

O programa das Nações Unidas sobre VIH/SIDA (ONUSIDA), recomenda a distribuição ampla de preservativos, especialmente aos jovens. Reforça também a necessidade de desenvolver estratégias de distribuição que reduzam o estigma e visibilizem o preservativo em espaços públicos.

Cinco milhões de preservativos distribuídos gratuitamente

Em 2018, foram diagnosticados 973 novos casos de infeção por VIH em Portugal, maioritariamente (99,7%) em indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos.  Em 97,3% dos casos a transmissão ocorreu por via sexual.

O programa de distribuição gratuita de materiais preventivos e informativos da DGS distribuiu, em 2019, mais de 5 milhões de preservativos masculinos e femininos.

ler mais
ler menos