detalhe

Bem-Estar Animal 

CRAS recebeu e tratou 1 735 animais selvagens

Em 2023, o Centro de Recuperação de Animais Silvestres de Lisboa (CRAS) acolheu para reabilitação 1 735 animais selvagens, de 111 espécies de aves, mamíferos e répteis.

A cria de mocho-galego foi libertada no Parque Florestal de Monsanto

Muitos conseguiram recuperar, informa o CRAS, e foram devolvidos à natureza, em resultado dos esforços de todos os envolvidos: sociedade civil, autoridades e associações de defesa ambiental.

Uma cria de mocho-galego – encontrada em Lisboa num estado debilitado – foi recolhida e aqui entregue pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e constitui um dos casos de sucesso para a equipa do CRAS.

Na clínica, após exames e tratamento, foi estabilizado e alojado com outros mochos-galegos num parque exterior para recuperar a condição física, capacidade de voo e de caça, a par de monitorização comportamental e um plano alimentar adequado à espécie e à sua condição.

Algumas semanas depois, reunia as condições para o regresso à natureza e foi libertado no Parque Florestal de Monsanto – um importantíssimo habitat para muitas espécies selvagens da nossa fauna – na presença de equipas do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR, Brigadas de Proteção Ambiental da PSP, e ICNF, entidades parceiras fundamentais no resgate e encaminhamento da fauna selvagem.

Saiba o que fazer se encontrar um animal selvagem ferido ou debilitado.

Muitos conseguiram recuperar, informa o CRAS, e foram devolvidos à natureza, em resultado dos esforços de todos os envolvidos: sociedade civil, autoridades e associações de defesa ambiental.

Uma cria de mocho-galego – encontrada em Lisboa num estado debilitado – foi recolhida e aqui entregue pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e constitui um dos casos de sucesso para a equipa do CRAS.

Na clínica, após exames e tratamento, foi estabilizado e alojado com outros mochos-galegos num parque exterior para recuperar a condição física, capacidade de voo e de caça, a par de monitorização comportamental e um plano alimentar adequado à espécie e à sua condição.

Algumas semanas depois, reunia as condições para o regresso à natureza e foi libertado no Parque Florestal de Monsanto – um importantíssimo habitat para muitas espécies selvagens da nossa fauna – na presença de equipas do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR, Brigadas de Proteção Ambiental da PSP, e ICNF, entidades parceiras fundamentais no resgate e encaminhamento da fauna selvagem.

Saiba o que fazer se encontrar um animal selvagem ferido ou debilitado.

ler mais
ler menos