detalhe

Cultura 

Carlos Moedas eleito vice-presidente da União das Cidades Capitais Ibero-Americanas

A Assembleia Geral da União das Cidades Capitais Ibero-Americanas (UCCI) reuniu, em São Paulo, com a presença de 18 cidades de 15 países e elegeu Carlos Moedas como vice-presidente para o biénio 2024/2025.

Carlos Moedas foi eleito vice-presidente da União das Cidades Capitais Ibero-Americanas

Durante a assembleia, a UCCI definiu questões estratégicas e elegeu os seus novos quadros diretivos para o período de 2024 a 2025, em que será um espaço de diálogo para que os representantes de alto nível dos governos locais da América Latina e Península Ibérica debatam os desafios, necessidades e objetivos comuns das suas gestões no contexto global.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, participou na reunião e defendeu a proposta para declarar o ano de 2024 o ano da língua portuguesa no espaço das capitais ibero-americanas. A proposta, que visa potenciar a língua portuguesa a nível global em parceria com o castelhano e que foi igualmente defendida na reunião pelos representantes de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, foi aprovada por unanimidade, consagrando assim o próximo ano à promoção da língua portuguesa no vasto espaço que as cidades da UCCI representam.

O presidente Carlos Moedas foi igualmente eleito, em representação de Lisboa, vice-presidente da organização para o próximo biénio 2024/2025, cabendo-lhe conduzir os destinos da UCCI conjuntamente com o alcaide de Madrid, José Luís Almeida e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, eleitos co-presidentes da UCCI.

Fundada em 1982, a UCCI é composta por 29 cidades, de todos os países ibéricos, da América Latina e do Caribe.

Durante a assembleia, a UCCI definiu questões estratégicas e elegeu os seus novos quadros diretivos para o período de 2024 a 2025, em que será um espaço de diálogo para que os representantes de alto nível dos governos locais da América Latina e Península Ibérica debatam os desafios, necessidades e objetivos comuns das suas gestões no contexto global.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, participou na reunião e defendeu a proposta para declarar o ano de 2024 o ano da língua portuguesa no espaço das capitais ibero-americanas. A proposta, que visa potenciar a língua portuguesa a nível global em parceria com o castelhano e que foi igualmente defendida na reunião pelos representantes de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, foi aprovada por unanimidade, consagrando assim o próximo ano à promoção da língua portuguesa no vasto espaço que as cidades da UCCI representam.

O presidente Carlos Moedas foi igualmente eleito, em representação de Lisboa, vice-presidente da organização para o próximo biénio 2024/2025, cabendo-lhe conduzir os destinos da UCCI conjuntamente com o alcaide de Madrid, José Luís Almeida e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, eleitos co-presidentes da UCCI.

Fundada em 1982, a UCCI é composta por 29 cidades, de todos os países ibéricos, da América Latina e do Caribe.

ler mais
ler menos