COVID-19 Medidas e Informações

Cultura

 

Câmara Municipal de Lisboa lamenta profundamente a morte da escritora Maria Velho da Costa

Maria Velho da Costa - Foto Diário de Notícias

Maria Velho da Costa - Foto Diário de Notícias


A CML lamenta profundamente a morte de Maria Velho da Costa e envia condolências à família e amigos da escritora lisboeta, falecida a 23 de maio, aos 81 anos.

Com Maria Isabel Barreno e Maria Teresa Horta – “as três Marias” – escreveu, em 1972, a obra “Novas Cartas Portuguesas”, um manifesto feminista e anti-regime, que resultou num processo judicial, suspenso após o 25 de Abril de 1974.

Foi considerada, desde os anos 60, como uma das vozes renovadoras da literatura portuguesa.

A CML lamenta profundamente a morte de Maria Velho da Costa e envia condolências à família e amigos da escritora lisboeta, falecida a 23 de maio, aos 81 anos.

Com Maria Isabel Barreno e Maria Teresa Horta – “as três Marias” – escreveu, em 1972, a obra “Novas Cartas Portuguesas”, um manifesto feminista e anti-regime, que resultou num processo judicial, suspenso após o 25 de Abril de 1974.

Foi considerada, desde os anos 60, como uma das vozes renovadoras da literatura portuguesa.

ler mais
ler menos