detalhe

Direitos Sociais 

Câmara e DECO renovam protocolo de combate ao endividamento das famílias

A Câmara Municipal de Lisboa e a DECO renovaram o protocolo que resultou na criação do Gabinete Finanças Saudáveis, de apoio às famílias mais desfavorecidas e desprotegidas, em áreas como restruturação de crédito, gestão de orçamento, apoios sociais, apoio judiciário, arrendamento, insolvência, entre outras.

Sofia Athayde e Luis Silveira Rodrigues assinaram protocolo entre CML e DECO

De março de 2023, a janeiro de 2024, o gabinete Finanças Saudáveis realizou 463 atendimentos telefónicos, 211 aconselhamentos pessoais, evidenciando a relevância e a abrangência do serviço prestado. Os principais temas abordados incluíram reestruturação de crédito, gestão de orçamento, apoios sociais, apoio judiciário, arrendamento, insolvência, entre outros.

Com 38 processos de intervenção realizados, as principais causas das dificuldades financeiras enfrentadas pelas famílias, identificadas pelo projeto, incluíram o aumento do custo de vida, doença, desemprego, perda de rendimentos e divórcio/separação.

Face aos resultados alcançados, a vereadora dos Direitos Sociais, Sofia Athayde, e Luis Silveira Rodrigues, da DECO, assinaram a 15 de março a renovação do acordo.

"O foco da Câmara Municipal de Lisboa são as pessoas. Respondendo a uma necessidade séria dos lisboetas, desenhámos um conjunto de medidas destinadas a combater as consequências do aumento dos preços, que afetam especialmente os mais desprotegidos. Em março de 2023 criámos, com a DECO, o gabinete Finanças Saudáveis, que hoje celebramos e queremos renovar", afirmou Sofia Athayde.

De março de 2023, a janeiro de 2024, o gabinete Finanças Saudáveis realizou 463 atendimentos telefónicos, 211 aconselhamentos pessoais, evidenciando a relevância e a abrangência do serviço prestado. Os principais temas abordados incluíram reestruturação de crédito, gestão de orçamento, apoios sociais, apoio judiciário, arrendamento, insolvência, entre outros.

Com 38 processos de intervenção realizados, as principais causas das dificuldades financeiras enfrentadas pelas famílias, identificadas pelo projeto, incluíram o aumento do custo de vida, doença, desemprego, perda de rendimentos e divórcio/separação.

Face aos resultados alcançados, a vereadora dos Direitos Sociais, Sofia Athayde, e Luis Silveira Rodrigues, da DECO, assinaram a 15 de março a renovação do acordo.

"O foco da Câmara Municipal de Lisboa são as pessoas. Respondendo a uma necessidade séria dos lisboetas, desenhámos um conjunto de medidas destinadas a combater as consequências do aumento dos preços, que afetam especialmente os mais desprotegidos. Em março de 2023 criámos, com a DECO, o gabinete Finanças Saudáveis, que hoje celebramos e queremos renovar", afirmou Sofia Athayde.

ler mais
ler menos