detalhe

AmbienteUrbanismo 

Câmara de Lisboa substitui mais de 16 mil luminárias por tecnologia LED

Câmara Municipal de Lisboa vai avançar com a substituição de mais de 16 mil luminárias da rede de iluminação pública da cidade por tecnologia LED.

Câmara de Lisboa substitui mais de 16 mil luminárias por tecnologia LED

Esta medida, que nesta fase irá abranger um total de 16.135 luminárias, disseminadas pela cidade (que representam 22% do parque de iluminação pública e 29% do consumo dessa rede), permitirá uma poupança anual estimada de mais de 1,8 milhões de euros.

“O Município de Lisboa está empenhado na transição energética da cidade e na concretização de políticas e de ações concretas que permitam atingir a neutralidade climática até 2030. A requalificação energética da rede de iluminação pública constitui uma medida muito relevante para alcançar essa meta e para tornar Lisboa uma cidade mais sustentável”, afirma o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas.

Tendo em vista a substituição das luminárias, foi hoje aprovada em reunião camarária, com os votos contra do PCP e do Bloco de Esquerda, a abertura de um concurso para a celebração de um contrato de gestão de eficiência energética.

Através desse contrato, que deverá vigorar por 16 anos, uma empresa de serviços energéticos irá fornecer as soluções técnicas e financiar as medidas de eficiência energética, recebendo como contrapartida uma remuneração assente na partilha das poupanças obtidas.

O projeto de modernização do sistema de iluminação pública que se pretende concretizar na cidade inclui, além da substituição das luminárias por tecnologia LED com sistema de gestão inteligente ponto-a-ponto, a operacionalização de uma rede de comunicação e de um centro de comando e controlo.

Esta medida, que nesta fase irá abranger um total de 16.135 luminárias, disseminadas pela cidade (que representam 22% do parque de iluminação pública e 29% do consumo dessa rede), permitirá uma poupança anual estimada de mais de 1,8 milhões de euros.

“O Município de Lisboa está empenhado na transição energética da cidade e na concretização de políticas e de ações concretas que permitam atingir a neutralidade climática até 2030. A requalificação energética da rede de iluminação pública constitui uma medida muito relevante para alcançar essa meta e para tornar Lisboa uma cidade mais sustentável”, afirma o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas.

Tendo em vista a substituição das luminárias, foi hoje aprovada em reunião camarária, com os votos contra do PCP e do Bloco de Esquerda, a abertura de um concurso para a celebração de um contrato de gestão de eficiência energética.

Através desse contrato, que deverá vigorar por 16 anos, uma empresa de serviços energéticos irá fornecer as soluções técnicas e financiar as medidas de eficiência energética, recebendo como contrapartida uma remuneração assente na partilha das poupanças obtidas.

O projeto de modernização do sistema de iluminação pública que se pretende concretizar na cidade inclui, além da substituição das luminárias por tecnologia LED com sistema de gestão inteligente ponto-a-ponto, a operacionalização de uma rede de comunicação e de um centro de comando e controlo.

ler mais
ler menos