Câmara de Lisboa homenageia Jorge Sampaio

No mês em que se assinalam os 30 anos da tomada de posse como presidente da Câmara de Lisboa, Jorge Sampaio, foi hoje, 27 de janeiro, homenageado pela autarquia que liderou entre 1990 e 1995

Jorge Sampaio foi presidente da Câmara de Lisboa entre 1990 e 1995

Foi no mandato do ex-presidente da Câmara e da República que, pela primeira vez, foi introduzido o "Moderno Planeamento Estratégico de Lisboa".

Numa cerimónia que teve lugar no Capitólio, Jorge Sampaio propôs a criação de um plano estratégico para Lisboa 2050: “cabe planear as mudanças que urge fazer para respondermos aos desafios que se perfilam e que são de natureza estruturante, na quádrupla dimensão da sustentabilidade económica, social ambiental e cultural”.

“Em 2050, de onde quer que eu esteja, se estiver, ao olhar para Lisboa desse outro sítio sem lugar, estou certo que direi para mim, “valeu a pena”, e de lá enviarei aos lisboetas um aceno de amizade perpétua" concluindo, desta forma, a sua intervenção.

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, elogiou a “extraordinária dignidade” e o “trabalho notável” de Jorge Sampaio no exercício das suas funções.

O atual autarca de Lisboa elencou a valor das ideias de Sampaio, quatro linhas de força para o presente e para o futuro: a consciência da inserção global de Lisboa, a capital como centro económico e motor da região metropolitana, a marca da centralidade para o equilíbrio social da cidade e a importância da sustentabilidade ambiental.

No final do seu discurso, Medina entregou ao antigo chefe de Estado um troféu de Lisboa Capital Verde Europeia 2020.

A cerimónia contou ainda com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, antigo adversário de Jorge Sampaio na eleição para a Câmara de Lisboa e do primeiro-ministro, António Costa, seu ex-diretor de campanha.

ler mais
ler menos