detalhe

Segurança 

Baixa de Lisboa tem novo sistema de alerta de Tsunami

No âmbito da comemoração do Dia Internacional da Proteção Civil, celebrado a 1 de março, a Proteção Civil Municipal de Lisboa promoveu um novo exercício de evacuação em risco de tsunami, com acionamento de sinal sonoro na zona ribeirinha do centro histórico.

Proteção Civil Municipal de Lisboa promove exercício de evacuação em risco de tsunami

Este exercício foi acompanhado por uma ação de sensibilização pública, intitulada “O Risco de Tsunami na cidade de Lisboa” direcionada especialmente à população das freguesias de Santa Maria Maior e Misericórdia.

Além da divulgação das medidas e comportamentos de autoproteção, foi distribuída uma planta de evacuação para a frente ribeirinha - percurso da Avenida 24 de Julho até ao Terminal de Cruzeiros e para as zonas internas da cidade como a Praça da Figueira ou o Rossio, os pontos de encontro para os quais as pessoas se podem dirigir.

Ângelo Pereira, vereador da Proteção Civil, participou nestes exercícios, que classificou de “grande importância na preparação da cidade para futuras ocorrências.”

Os sinais sonoros de alerta, foram emitidos diversas vezes, por cerca de 10 minutos, num exercício que pretende testar a eficácia e rapidez de reação na situação de tsunami.

Este exercício foi acompanhado por uma ação de sensibilização pública, intitulada “O Risco de Tsunami na cidade de Lisboa” direcionada especialmente à população das freguesias de Santa Maria Maior e Misericórdia.

Além da divulgação das medidas e comportamentos de autoproteção, foi distribuída uma planta de evacuação para a frente ribeirinha - percurso da Avenida 24 de Julho até ao Terminal de Cruzeiros e para as zonas internas da cidade como a Praça da Figueira ou o Rossio, os pontos de encontro para os quais as pessoas se podem dirigir.

Ângelo Pereira, vereador da Proteção Civil, participou nestes exercícios, que classificou de “grande importância na preparação da cidade para futuras ocorrências.”

Os sinais sonoros de alerta, foram emitidos diversas vezes, por cerca de 10 minutos, num exercício que pretende testar a eficácia e rapidez de reação na situação de tsunami.

ler mais
ler menos