COVID-19 Medidas e Informações

detalhe

AmbienteUrbanismoVisitar 

Abriu o Parque Urbano Gonçalo Ribeiro Telles na Praça de Espanha

A nova zona verde da Praça de Espanha faz agora a articulação entre o Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian e o Corredor Verde de Monsanto. O Parque Urbano Gonçalo Ribeiro Telles abriu dia 13 de junho, tem seis hectares, 1 000 árvores, zonas de estadia e de lazer, caminhos pedonais, parque infantis, uma ciclovia e três estações de bike sharing.

Links relacionados

Praça de Espanha

Abriu este domingo, 13 de junho, Dia de Santo António, o novo Parque Urbano Gonçalo Ribeiro Telles, inserido no projeto de requalificação da Praça de Espanha.

A nova zona verde, surge onde "antes tínhamos um espaço inacessível, dominado pela circulação automóvel”, afirmou Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

No total, a obra estendeu-se por onze hectares e envolveu transplante de árvores, alteração da rede viária e criação de caminhos pedonais e cicláveis de acesso ao parque.

Esta é uma zona onde "aplicámos muito" do pensamento de Gonçalo Ribeiro Telles, salientou, "transformando zonas que eram impermeáveis, em zonas permeáveis, aproveitando bacias naturais de água, para ela poder circular e aparecer de novo."

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou, dia 26 de maio de 2021, a atribuição do topónimo "Parque Gonçalo Ribeiro Telles". Um homem "antes do seu tempo", reconheceu o autarca, "porque antes de todos nos apontou o caminho da transformação de uma cidade, cada vez mais verde, ecológica e sustentável."

Abriu este domingo, 13 de junho, Dia de Santo António, o novo Parque Urbano Gonçalo Ribeiro Telles, inserido no projeto de requalificação da Praça de Espanha.

A nova zona verde, surge onde "antes tínhamos um espaço inacessível, dominado pela circulação automóvel”, afirmou Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

No total, a obra estendeu-se por onze hectares e envolveu transplante de árvores, alteração da rede viária e criação de caminhos pedonais e cicláveis de acesso ao parque.

Esta é uma zona onde "aplicámos muito" do pensamento de Gonçalo Ribeiro Telles, salientou, "transformando zonas que eram impermeáveis, em zonas permeáveis, aproveitando bacias naturais de água, para ela poder circular e aparecer de novo."

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou, dia 26 de maio de 2021, a atribuição do topónimo "Parque Gonçalo Ribeiro Telles". Um homem "antes do seu tempo", reconheceu o autarca, "porque antes de todos nos apontou o caminho da transformação de uma cidade, cada vez mais verde, ecológica e sustentável."

ler mais
ler menos